Atuação do CRB-6 repercute na web

Ações do Conselho têm pautado redes sociais

Na busca por reforçar seu comprometimento com a transparência e a informação, o Conselho Regional de Biblioteconomia 6ª Região (CRB-6) tem investido em sua comunicação via web. Através do Boletim Eletrônico, semanalmente enviado aos associados, publicado no blog do Conselho e replicado no Facebook e Twitter, as ações do CRB-6 têm sido pautadas e repercutidas. Dentre as matérias mais recentes, algumas se destacaram:

  • CRB-6 envia ofício a todos os novos prefeitos de Minas e Espírito Santo: a matéria trouxe informações sobre um ofício encaminhado em janeiro para as prefeituras de todos os municípios mineiros e capixabas sobre a legislação que regulamenta as atividades de organização e execução dos serviços de catalogação, indexação, classificação e referência, cujo exercício é restrito ao profissional da área de Biblioteconomia, conforme as Leis Federais nº 4.084/62, nº 9.674/98 e nº 12.244/10, Decreto-Lei nº 56.725/65 e Resolução CFB nº 033/01. No Facebook, foram contabilizados dezenas de comentários e compartilhamentos, parabenizando a ação e sugerindo-a a outros CRBs. Sueli Santos, de Campinas (SP), enfatizou a atuação do CRB-6, “Pertenço ao CRB8, mas não poderia deixar de cumprimentá-los pela providencial iniciativa que valoriza o profissional bibliotecário, incentiva o exercício de seu trabalho e gera segurança na função do CRB!!! Parabéns, continuem na luta!!! Um exemplo pra ser seguido!!!”; Michelle Karina Assunção, de Belo Horizonte (MG), pontuou sobre a importância da fiscalização, “Ótima iniciativa!!! Parabéns a todos os Colaboradores do CRB6, e aos nossos fiscais pelas visitas a inúmeras unidades de informação realizando as vistorias para o cumprimento da legislação, pelas condições de trabalho do profissional, enfim, um importante papel atuação do CRB”. Lúcio Tannure (CRB-6/2266), bibliotecário fiscal do CRB-6, informou que várias prefeituras do interior de Minas Gerais entraram em contato, após o envio do ofício, para consultar as formas de regularização.

Comentários no grupo “Bibliotecários do Brasil” no Facebook (Foto: Reprodução)

  • CRB-6 multa Governo de Minas por não contratar bibliotecários: em fevereiro, os representantes do Conselho se reuniram em sessão plenária de julgamento de processos administrativos fiscalizatórios, em função de irregularidades constatadas nas bibliotecas de quatro escolas da rede pública estadual de Minas Gerais. Nas redes sociais, os leitores ressaltaram a importância da iniciativa. Karla Amariz, de Belo Horizonte (MG), parabenizou o Conselho, “Parabéns aos representantes do CRB 6… Com vários colegas precisando trabalhar e o governo brincando de colocar professor na ‘sala de leitura’. Educação é coisa séria…Multa neles!!”; Diogo Gonçalves Zanon, de Belo Horizonte (MG), considerou importante o reconhecimento do trabalho, “Sou um crítico contumaz no que ser refere aos órgãos fiscalizadores. Mas tbm temos que render créditos quando é feito a coisa certa! Parabéns crb6”; Rosane Nunes Leandro, de Formiga (MG), ressaltou que há muito pelo que buscar ainda, “Que seja só o início.. De muitas outras que virão… Foram tantas reivindicações.. Acompanho de perto e estou feliz por essa conquista… Não posso deixar de parabenizar o CRB 6 …pois lugar de biblioteca é bacharel em biblioteconomia…. Vamos continuar essa luta incansável pelos nossos direitos…”.

Mais acessadas

As matérias mais acessadas no Facebook do CRB-6 foram “Uma bibliotecária de destaque”, “Resposta produzida pelo CRB-6 repercute entre bibliotecários” e “Comissão de Bibliotecas Escolares do CRB-6 avalia reportagem sobre mediadores de leitura”. Foram registrados mais de 10 mil acessos em cada uma delas. Confira!

This entry was posted in Artigos, matérias e entrevistas and tagged , , , , . Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Comentar

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*