Biblioteca de Uberlândia retoma as atividades normalmente após reforma

Obras no prédio público duraram três meses. Secretário de Cultura espera conseguir transferência para um espaço maior.

Gastos com a reforma foram de R$ 120 mil (Foto: Reprodução/TV Integração)

Gastos com a reforma foram de R$ 120 mil
(Foto: Reprodução/TV Integração)

Após três meses de reforma, a Biblioteca Municipal de Uberlândia retomou as atividades. O edifício onde ela está alojada tem 74 anos e é uma das construções mais antigas do Centro da cidade. Nas obras do local foram gastos R$ 120 mil, verba vinda do ICMS Cultural, repassado pelo governo do estado.

De acordo com o secretário de Cultura, Gilberto Neves, vários pontos foram trabalhados durante a reforma. “Nós fizemos uma reforma em que houve substituição de todo o telhado; de parte do madeiramento; substituição do forro, que foi preciso retirá-lo e recolocá-lo; a pintura interna de toda a biblioteca, da parte inferior e superior e da parte externa também”, elencou.

Com o fim da reforma, a biblioteca voltou a funcionar normalmente. O espaço funciona de segunda a sexta-feira, das 8h15 às 18h45, e aos sábados, das 8h15 às 11h45. “Além do empréstimo individual, do espaço para leitura individual e estudos coletivos, nós temos o tele centro, que é o computador para as pessoas utilizarem. Temos também a pintura em azulejo, a contação de história, o ônibus biblioteca”, destacou Gilberto Neves, sobre as atividades realizadas na biblioteca.

De acordo com a Prefeitura, em média 500 pessoas passam diariamente pela biblioteca. “É um espaço arejado, tem wi-fi que a gente pode usar, espaço onde podemos fazer pesquisas. Sempre gosto de vir para cá”, disse o estudante Diego Teodoro Alves, frequentador do local.

Problemas no acervo

A biblioteca passa por um problema comum à outras bibliotecas públicas: a demora na atualização do acervo. Segundo a técnica em Assuntos Culturais, Heloísa Gomes, a maioria das obras chegam ao local por meio de doações. “Na verdade, nós recebemos mais doações da comunidade, que está sempre contribuindo conosco”, destacou.

De acordo com o secretário de Cultura, a atualização do acervo pode ser resolvida com a transferência da biblioteca para um espaço maior. “Nós temos um trabalho de tentar ganhar a doação do espaço do fórum (Aberlado Pena). Assim que terminar a construção do novo fórum, nós temos um pleito, junto ao governador e a Justiça do Estado de Minas Gerais, para ver a possibilidade de doação daquele espaço para nós fazermos uma grande biblioteca pública municipal”, comentou Gilberto Neves.

Fonte: G1 Triângulo Mineiro

This entry was posted in Artigos, matérias e entrevistas and tagged , . Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: URL pra trackback.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*