Biblioteca Musical em Nova Iorque Preserva mais de 3 Milhões de Discos de Vinil

A Biblioteca de música privada e independente, conhecida como ARChive of Contemporary Music (Arquivo de Música Contemporânea), no Sul de Manhattan, tem um acervo com mais de 3 milhões de discos, sendo a maioria de vinil, alguns CDs e cassetes.

O arquivo começou em 1985 e cresceu rapidamente com 125 mil LPs de rock clássico – aproximadamente 1,5 mil deles de artistas como Jimi Hendrix -, que estavam em uma casa em Boston, interditada pela Defesa Civil americana.

Desde que cerca de 500 mil discos e gravações mestres de artistas considerados lendas, como Billie Holiday, Louis Armstrong, Joni Mitchell e Eric Clapton, foram destruídos por um incêndio na Universal Studios, em 2008, a proteção das cópias físicas recebeu ainda mais atenção por parte dos amantes da música.

Atualmente, a gigantesca coleção é mantida pelo idealizador B.George com diversos voluntários e estagiários, sendo constantemente utilizada para pesquisas da indústria fonográfica, além de cineastas e pesquisadores.

Antenada, a Biblioteca ARChive of Contemporary Music já entrou na era digital e, aproximadamente 130 mil discos de 78 rpm, vinis frágeis, geralmente feitos de resina de goma-laca, populares até meados do Século 20, foram digitalizados e estão disponíveis para transmissão on-line gratuita.

Clique aqui para acessar o site da Biblioteca.

Fonte: Correio do Povo

This entry was posted in Artigos, matérias e entrevistas and tagged , . Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: URL pra trackback.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*