Comissão aprova medidas para ampliar qualidade de bibliotecas

Espaço mínimo e equipamentos são alguns dos pontos modificados na legislação

Na terça-feira, 21 de novembro, a Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) aprovou o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 28/2012, que prevê uma série de medidas de incentivo à qualificação de bibliotecas escolares.

(Foto: Ray Bouknight | cc)

O PLC foi proposto pelo ex-deputado federal Sandes Júnior (PP-GO) e tramita desde 2012. O texto original previa uma modificação na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (nº 9.394/1996), tornando obrigatória a criação e a manutenção de bibliotecas escolares em todas as instituições públicas de ensino. A relatora do projeto na CE, Ângela Portela (PDT-RR), lembrou que já existe uma lei sobre o assunto (nº 12.244/2010) e propôs que fossem realizados apenas alguns aprimoramentos nela.

Na proposta aprovada, o espaço mínimo para as bibliotecas passa a ser de 80m² e será necessário ter equipamentos de acessibilidade, conforto térmico e acústico, além de uma iluminação adequada. Agora o projeto retorna para a Câmara dos Deputados, onde será novamente debatido.

Mais sobre o projeto

Além das mudanças técnicas, a senadora Ângela Portela também retirou do texto a exigência de que apenas profissionais formados em Biblioteconomia fossem responsáveis pelas bibliotecas. Segundo ela, existe uma dificuldade para implantação dessa medida e, por isso, manteve a seguinte descrição sobre quem deve ocupar o cargo: “profissional da educação capacitado em biblioteca escolar para a gestão do acervo e mediação da leitura com os alunos”.

O CRB-6 relembra que a presença dos bacharéis em Biblioteconomia nas bibliotecas é obrigatória, segundo a legislação que regulamenta a profissão no país – leis federais nº 4.084/62  e nº 9.674/98Decreto-Lei nº 56.725/65 e Resolução CFB 033/01.

This entry was posted in Artigos, matérias e entrevistas and tagged , . Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

2 Comentários

  1. Angela
    Posted 6 de dezembro de 2017 at 10:27 | Permalink

    Notícia boa? para quem?De novo os Bibliotecários estão perdendo espaço
    A Senadora Ângela Portela fez um um substitutivo ao projeto que prevê a obrigatoriedade de bibliotecários gerenciando as bibliotecas. Segundo ela, um profissional da educação pode fazer o serviço. Esperando o Conselho se posicionar na Assembléia Legilslativa; perante o CFB.

  2. Angela
    Posted 6 de dezembro de 2017 at 17:47 | Permalink

    Boa Tarde!

    Esta notícia não é boa ; porque a Senadora Ângela Portela fez um um substitutivo ao projeto que prevê a obrigatoriedade de bibliotecários gerenciando as bibliotecas. Segundo ela, um PROFISSIONAL DA EDUCAÇÃO pode fazer o serviço.; o que abre uma margem enorme para outros profissionais da educação.
    Gentileza solicitar uma reavaliação desta questão.

Comentar

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*