CRB-6 pede mobilização da categoria em prol de seus direitos

CRB-6 se posiciona frente ao Governo de Minas, pressiona representantes públicos e convoca bibliotecários a exigirem seu espaço no mercado de trabalho

As designações no Estado de Minas Gerais referentes ao cargo de professor para uso de biblioteca, que está previsto na Resolução nº 2836/2015, suscitaram diversas discussões entre os profissionais da área. Devido a soluções paliativas adotadas pelo Estado para a manutenção das bibliotecas das escolas estaduais, o Conselho Regional de Biblioteconomia 6ª Região (CRB-6) se posicionou com uma ação junto ao Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) para exigir a correta administração desses espaços.

Os problemas apareceram principalmente devido à falta de compromisso do Governo em relação às medidas propostas pelo Conselho, que incluíam a prioridade de graduados em Biblioteconomia para atuarem nas bibliotecas escolares do Estado. Com a adoção de soluções paliativas, os bibliotecários viram seus direitos desconsiderados por representantes públicos que demonstram total descaso pela educação, privilegiando a contratação de profissionais de ensino que não dominam os conhecimentos específicos e necessários ao ofício, ao invés de contratar especialistas capacitados para as bibliotecas. A aplicação de procedimentos irregulares é uma perda não apenas para a categoria, mas também para a qualidade do ensino de uma forma geral, pois as instituições educacionais perdem a capacidade de oferecer serviços complementares e fundamentais ao aprendizado dos alunos. E a biblioteca escolar é um espaço vital no fomento de uma educação dinâmica e eficiente.

Além do descaso em relação às designações, já em 2013, em reunião com o Conselho, representantes do poder público se prontificaram a criar 800 novas vagas específicas para bibliotecários nas escolas estaduais. Com o descumprimento da promessa, a Diretoria do CRB-6, juntamente com a assessoria jurídica, tem priorizado a negociação com propostas para a correta adequação dessas medidas.

Portanto, para contribuir com as ações já em processo, o ideal é que cada profissional colabore para ampliar a visibilidade da categoria frente ao Estado. Sendo assim, a sugestão é que cada bibliotecário que se sentir lesado preste queixa ao Ministério Público, para que as medidas possam acontecer de forma mais ágil. Para realizar as denúncias, acesse esta página.

Ao mesmo tempo, temos recebido alguns retornos de bibliotecários que conseguiram assumir seus postos por meio dessas designações. É o caso da associada Marli de Andrade, que nos enviou uma mensagem contando sua experiência. Reproduzimos abaixo um caso de sucesso:

Boa noite,
Iniciei meu trabalho na Biblioteca da Escola Estadual Bueno Brandão, localizada no município de Três Corações (MG). Fui muito bem recepcionada pela comunidade escolar. Já apresentei o plano de trabalho que consta com a reorganização do acervo, realização de oficinas envolvendo os temas transversais e os quatro pilares da educação, assim como a proposta de organização da semana literária. Esse é só o começo do nosso trabalho nas escolas desse município. Quero aproveitar a oportunidade para enfatizar o quanto podemos contribuir para melhorar o cenário da educação, seja nos anos iniciais como nos finais do ensino.
Mais uma vez, grata pela conquista.

Abraços. Marli Ap. de Andrade (CRB-6/2132)

Se o seu caso foi diferente, e você não conseguiu uma vaga nas escolas estaduais, contribua com nossa reinvindicação e denuncie a situação. Para enviar sugestões ou relatar sua experiência no processo seletivo, entre em contato pelo e-mail crb6@crb6.org.br. O Conselho está aberto para esclarecer qualquer dúvida em relação às ocorrências.

Outras notícias,

O CRB-6 já divulgou diversas informações sobre as designações. Você pode acessar as matérias anteriores em nosso blog, clicando aqui e aqui.

This entry was posted in Artigos, matérias e entrevistas and tagged , , , , . Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: URL pra trackback.

4 Comments

  1. Murilo Gentil
    Posted 23 de fevereiro de 2016 at 14:31 | Permalink

    Estive em uma escola no dia 22/02 para a designação de PROFESSOR PARA ENSINO DO USO DA BIBLIOTECA e quando me apresentei como bibliotecário, fui questionado se tinha também a formação em pedagogia. Como minha resposta foi negativa fui logo desclassificado pois, segundo a diretoria, a vaga era para pedagogo.

  2. Gilvan
    Posted 26 de fevereiro de 2016 at 13:36 | Permalink

    Mandei e-mail para o CRB pelo endereço colocado nesta matéria. O e-mail voltou. O certo não seria crb6@crb6.org.br????

    • admin
      Posted 26 de fevereiro de 2016 at 17:17 | Permalink

      Prezado Gilvan,

      o email realmente estava errado. O correto é crb6@crb6.org.br.

      Você pode nos reenviar sua mensagem para o endereço correto, por favor!?

      Álamo Chaves
      Tesoureiro CRB-6

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*