Cuidando do acervo

Por Givanilda Maria

O que acontece quando nos deparamos com um livro amarelado, meio escurecido ou ainda soltando um pozinho?
Ficamos em alerta com o acervo. Alguma coisa está acontecendo

No caso do escurecimento e amarelamento das páginas, é muito comum, por conta dos papéis antigos, que na maioria dos casos seja somente a reação de processos químicos produzidos pelo próprio papel. Já no caso dos livros começarem a soltar um pozinho, isso quer dizer que temos insetos se alimentado do nosso acervo.

Outras situações também contribuem para a deterioração do acervo, tais como a qualidade do papel, o simples ato de manusear o livro, as colas utilizadas e algumas capas que são precárias. Isso sim é um problema presente na rotina do bibliotecário, dos arquivistas e dos curadores de museus. E sabemos que nesses centros de informação existem materiais muito importantes, raros, que precisam ser preservados, pois na maioria dos casos são únicos. Pensando nisso vamos dar algumas dicas, para prevenir e amenizar esses problemas: – os locais destinados ao armazenamento, como armários e estantes, devem ser arejados e periodicamente limpos; – a limpeza do miolo do volume deve ser feita com uma trincha macia, página por página, em local ventilado, utilizando máscara e luvas cirúrgicas, para evitar problemas de alergia ou contaminação por fungos; – já a limpeza dos cortes dos volumes é feita com flanela de cor branca e seca, ou com uma trincha estreita e macia, com o cuidado de manter o livro bem fechado; – se tiver marcas deixadas por insetos ou gorduras, a limpeza pode ser com uma lixa fina, adequada para papel japonês; – não usar nenhum de fitas adesivas, colas plásticas, grampos ou clipes metálicos nas folhas e documentos guardados nos livros; – não dobrar os cantos das páginas (orelhas), pois ocasiona o amolecimento e rompimento das fibras. Nunca virar as páginas segurando pelos cantos; – os livros devem permanecer em posição vertical, em pé. Nunca acondicioná-los com a lombada para baixo ou para cima; – não manter os livros muito compactados nas estantes; – não fazer anotações, particulares ou profissionais, em papéis avulsos e colocá-los entre as páginas de um livro. Eles deixam marcas e permitem a penetração de sujeira e umidade; – não utilizar espanador e produtos químicos para a limpeza do acervo e a área física da biblioteca, use trincha em local afastado das estantes. Para evitar a distribuição de poeira sobre os volumes, o piso deverá ser limpo com pano úmido. – evitar forçar a abertura para tirar cópias de livros. Com esses cuidados, podemos prolongar a vida do nosso acervo.

Fonte: Vértice Books

This entry was posted in Artigos, matérias e entrevistas. Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: URL pra trackback.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*