Designação em escolas estaduais: Novas regras para concorrer a vagas

A contratação de bibliotecários para as bibliotecas das escolas do Estado de Minas Gerais é uma questão pela qual o Conselho Regional de Biblioteconomia 6ª Região (CRB-6) vem se mobilizando em defesa, desde 2013. Na gestão passada, uma de suas grandes conquistas foi a criação de um Projeto de Lei (PL) que prevê a abertura de, aproximadamente, 800 vagas para bibliotecários nas escolas da rede de ensino estadual. No entanto, o PL foi arquivado pelo atual Governo.

Por ora, o Estado não sinalizou a abertura de concursos públicos para regularizar a situação das bibliotecas. Assim sendo, o CRB-6 propôs que os professores com formação em biblioteconomia tenham prioridade para assumir esses espaços nas escolas. O mesmo vale para as designações, que são os casos em que ocorre a contratação de professores para ocupar as vagas ociosas.

Esse pedido foi atendido, em parte, pelo Governo, que incluiu a informação no documento sobre a disposição das vagas na Resolução (SEE nº2836/2015). A resolução estabelece as normas para a organização das escolas estaduais e a designação para o exercício de função pública na Rede Estadual de Educação Básica para o ano de 2016. Veja abaixo a parte que trata sobre o caso, presente nas páginas 26 e 27 da resolução citada:

As vagas para a função de professor para o Ensino do Uso da Biblioteca/Mediador de Leitura serão preenchidas observando-se os seguintes critérios de prioridade:

– professor excedente, prioritariamente com curso de Biblioteconomia/Ciências da Informação;

– professor efetivo ou estabilizado com o curso de Biblioteconomia/Ciências da Informação.

Portanto, a orientação do CRB-6 a quem esteja interessado em concorrer às vagas para Professor de Uso de Biblioteca nas escolas estaduais é que providenciem a autorização para lecionar (CAT).

O Conselho reitera que esta sugestão é provisória, pois continuamos trabalhando para que o Governo crie as vagas para bibliotecários em bibliotecas escolares.

As designações serão realizadas entre os dias 25 e 29 de janeiro. Para saber mais detalhes sobre o processo, os profissionais devem procurar a Secretaria Regional de Educação da região em que pretendem trabalhar. Você também pode consultar as vagas disponíveis nas escolas estaduais aqui.

This entry was posted in Artigos, matérias e entrevistas and tagged , , , , . Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

78 Comentários

  1. Marcos Viana
    Posted 22 de janeiro de 2016 at 10:53 | Permalink

    Parabéns ao CRB6 pela iniciativa. Apesar de não resolver o problema, ao menos minimiza um pouco a ausência dos profissionais bibliotecários.

    • cris
      Posted 11 de março de 2017 at 23:44 | Permalink

      Boa noite!!!!! Sou habilitada em Pedagogia e estudante do curso de biblioteconomia, sera que consigo ser contratada na frente de quem nao tem nenhum curso de biblioteconmia?

  2. Jessica M. Queiroz
    Posted 22 de janeiro de 2016 at 14:49 | Permalink

    Parabéns CRB6 pela conquista.

  3. Murilo Gentil
    Posted 22 de janeiro de 2016 at 16:44 | Permalink

    Que boa notícia!
    Parabéns à todos do Conselho.
    É realmente um vitória para os bibliotecários (mesmo que parcial).
    Grande abraço,
    Murilo Gentil

  4. MA
    Posted 25 de janeiro de 2016 at 7:08 | Permalink

    Qual seria o salario?

  5. Juliana Mendonça
    Posted 25 de janeiro de 2016 at 15:04 | Permalink

    Boa tarde! Hoje fui ao CESEC em venda nova.
    A informação que as escolas tem, e o que fala este documento é que a vaga é para PROFESSOR e se você for bibliotecário ou não, não vai fazer diferença.
    Isto é nada mais do que regularizar o desvio de função no Estado, para o professor que vai para a Biblioteca.
    Para se candidatar você deve ser Professor, e quem tiver mais dias no Estado, é que pega a vaga.
    Esta designação não é para BIBLIOTECÁRIO, a não ser que seja professor de educação infantil 1º ao 5º.

    Este CRB, não faz nada pelo profissional.

    • admin
      Posted 25 de janeiro de 2016 at 22:50 | Permalink

      Prezada Juliana,

      Recebemos a seguinte orientação da Secretaria Estadual de Educação:

      “Professores que possuem o curso de Biblioteconomia ou Ciências da Informação terão sempre preferência nos cargos para o Ensino e Uso da Biblioteca/Mediador de Leitura”.

      Peço, portanto, por gentileza que nos informe o seu nome completo, número do CRB-6, nome da escola e da secretaria regional da vaga que você está pleiteando para que possamos encaminhar os seus dados para a secretaria apurar a situação.

      Sobre a afirmação: “Este CRB, não faz nada pelo profissional” faço um convite para que você venha a nossa sede conhecer o nosso trabalho e todas as ações que estão sendo feitas.

      Para demais esclarecimentos estou à disposição.

      Atenciosamente,

      Lúcio Alves Tannure
      CRB-6/2266
      Bibliotecário Fiscal |Conselho Regional de Biblioteconomia 6ª Região
      Telefax.: 31 8467-0566|31 3222-4087|31 3224-8355|31 3213-5644
      Acesse o nosso site: http://www.crb6.org.br

      • Lidiane Suelen
        Posted 26 de janeiro de 2016 at 13:50 | Permalink

        Boa Tarde!!!
        Também passei pela mesma situação na designação aqui em Formiga-MG,temos o curso superior e contratam professores,é um absurdo.O Conselho tem que analisar a Resolução junto com a Secretaria de Educação.Estou indignada, uma falta de respeito com o profissional.Aguardo retorno.

        • tatiana
          Posted 3 de fevereiro de 2017 at 19:46 | Permalink

          voce teve resposta sobre o seu caso ?

      • valeria
        Posted 26 de janeiro de 2016 at 14:43 | Permalink

        Vc disse que terão preferência. Mas se não tiver ninguém dentre os efetivos com o curso de biblioteconomia, como agir…

      • Luiz paulo
        Posted 19 de fevereiro de 2016 at 13:17 | Permalink

        Consegui a vaga na escola estadual Celso Machado, portanto a inspetora não quis assinar o meu Q.I alegando que eu não tinha magisterio ou curso de pedagogia, sendo que, tenho o CAT. Já comecei a trabalhar mas serei dispensado da biblioteca. O que fazer nesta situação? Ql o motivo da nota lançada pelo CRB falando para os interessados providenciarem o CAT para concorrer à vaga. No meu caso eu consegui e vou perder??

    • Lidiane
      Posted 27 de janeiro de 2016 at 7:48 | Permalink

      Oi Juliana
      Teve alguma resposta referente a designação em sua cidade.

  6. Juliana Mendonça
    Posted 25 de janeiro de 2016 at 15:08 | Permalink

    Boa tarde! Hoje fui ao CESEC em venda nova.
    A informação que as escolas tem, e o que fala este documento é que a vaga é para PROFESSOR e se você for bibliotecário ou não, não vai fazer diferença.
    Isto é nada mais do que regularizar o desvio de função no Estado, para o professor que vai para a Biblioteca.
    Para se candidatar você deve ser Professor, e quem tiver mais dias no Estado, é que pega a vaga.
    Esta designação não é para BIBLIOTECÁRIO, a não ser que seja professor de educação infantil 1º ao 5º ano.

  7. Lidiane
    Posted 26 de janeiro de 2016 at 9:21 | Permalink

    Bom Dia!!!
    Fui a designação para bibliotecário em Formiga-MG,sai indignada,temos o curso superior, e não podemos atuar na área,ai o professor que não tem nossa formação consegue a vaga.
    O Conselho tem que analisar com a Secretaria de Educação esta Resolução,não está clara,é uma falta de respeito com o profissional que estuda,para depois passar por isso.
    É muito revoltante.

  8. maria
    Posted 26 de janeiro de 2016 at 12:36 | Permalink

    Infelizmente a ordem de prioridade na designação é para quem é PROFESSOR ou seja, quem tem formação em pedagogia + biblioteconomia.

  9. valeria
    Posted 26 de janeiro de 2016 at 14:40 | Permalink

    Vc disse que terão preferência. Mas se não tiver ninguém dentre os efetivos com o curso de biblioteconomia, como agir…

  10. Maria Auxiliadora Go
    Posted 27 de janeiro de 2016 at 20:41 | Permalink

    Sou professora EFETIVA do Ensino Básico com formação superior ( Pedagogia) e atuo numa escola de Ensino Médio, na biblioteca. Vi no portal, que o meu cargo está disponível para designação. Gostaria de saber o por que dessa situação, se eu não pedi nenhuma remoção ou transferência de local? Obrigada

  11. Miriam Silva
    Posted 28 de janeiro de 2016 at 14:13 | Permalink

    Hoje fui na SRE-Muriaé e conversei com o secretario de educação Sr. Sandro Garrizo a respeito dessas designações. Fui informada que essas vagas são para PROFESSORES, e que terão prioridade professores que possuam graduação em Biblioteconomia, ou seja, quem é formado em Biblioteconomia é Bacharel, não é professor, só a nossa profissão não nos dá o direito destas vagas. Outro ponto interessante: se aparece na designação um professor sem curso de Biblioteconomia e um Bibliotecário, a vaga é do professor… Hah! Se aparece um estudande de qualquer curso de licenciatura com CAT e um Bibliotecário, a vaga é do estudante. No Blog do Conselho fala para ir com CAT. Fui informada que CAT é autorização para lecionar cedida a estudante o que não é o nosso caso… Concluindo: essa vaga só será do bibliotecário se ele estiver nessas designações sozinho ou com outro bibliotecário oque nunca acontece por aqui… Isso faz-me sentir ultrajada, humilhada, chateada… @#$$%*&&¨¨%$%%¨%$$%¨@@#$%$$

  12. Jaqueline
    Posted 28 de janeiro de 2016 at 20:01 | Permalink

    Está uma situação muito complicada, em Ribeirão das Neves o diploma de Biblioteconomia não vale para concorremos, pessoas que foram tentar uma vaga passaram constrangimento na frente dos demais presentes, pois os inspetores alegaram que desconheciam este ponto da resolução. Os outros candidatos presente no caso todos professores, ainda falaram que caso não conseguissem a disciplina desejada iam ficar com a biblioteca mesmo, como se estar na biblioteca fosse pouca coisa. Não conseguimos argumentar se somente quem tem o curso de Biblioteconomia também pode passar na frente, porque eles alegam que está escrito professor excedente com o curso de Biblioteconomia, ou professor efetivo com o curso de Biblioteconomia, mas que o profissional somente formado em Biblioteconomia não consta na resolução, mesmo tendo o CAT, não temos direito de passar na frente.

  13. Josianne
    Posted 29 de janeiro de 2016 at 7:00 | Permalink

    Estive na designação da metropolitana A, e também passei pela mesma situação, me disseram que não entro em nenhuma das situações. Só que no meu caso eu possuo o magistério e fui classificada no concurso. Lá tive a informação que era pra esquecer o curso de biblioteconomia pois não me adiantaria pra nada e que eu estava tentando tomar vaga das pegagogas habilitadas para a vaga.

  14. maria
    Posted 3 de fevereiro de 2016 at 16:49 | Permalink

    .Foi divulgado pelo CRB que bastava ter o curso de biblioteconomia e fazer o cat .A Resolução estava clara PROFESSOR com curso de biblioteconomia, mas mesmo assim insistiam em falar pra aqueles que entenderam a resolução de modo correto que era apenas necessário ter o CAT. Muitos bibliotecários desempregados fizeram o CAT achando que as informações prestadas pelo órgão eram verdadeiras, chegando nas escolas , tiveram que voltar pra casa. Infelizmente a Resolução abrange uma parcela bem pequena de bibliotecários( aqueles que são bibliotecários e PROFESSORES. Antes de ocorrer divulgação deveriam ao menos ler a RESOLUÇÃO.

  15. Elaine
    Posted 12 de fevereiro de 2016 at 8:57 | Permalink

    Parabéns ao CRB6! Consegui uma vaga remanescente de professor para o uso da biblioteca graças a essa resolução.
    Eu tive sorte de que a inspetoria da minha cidade estava ciente. Mas é necessário que sejam tomadas providências a respeito das secretarias e inspetorias que não respeitaram a resolução.

  16. Celia Regina Costa
    Posted 12 de fevereiro de 2016 at 19:12 | Permalink

    Eu já estava até trabalhando a quase duas semanas e fui dispensada me disseram que houve um erro na designação e a vaga que ocupei será novamente colocada à disposição dos professores, eu perguntei e se não quiserem ela pode voltar pra mim? Não soube me responder a diretora. A biblioteca está bagunçada desorganizada e cheia de livros didáticos e outros materiais. Os livros de literatura não tem uma ordenação lógica. O salário não é assim um grande salário, porém estava disposta a organizar e melhorar a situação da biblioteca para facilitar a vida dos estudantes e professores. Então para que estudamos tanto? Para tentar um concurso em outra área? Ou para melhorar a nossa?

  17. josi
    Posted 15 de fevereiro de 2016 at 23:09 | Permalink

    gostaria de saber qual o valor de uma especialização de biblioteconomia para um professor formado em pedagogia, a especialização serve para ser bibliotecário?

    • Giselia
      Posted 16 de fevereiro de 2016 at 8:55 | Permalink

      Olá Josi. A especialização não te habilita como bibliotecário, só é bibliotecário que faz a graduação em Biblioteconomia. A especialização irá te capacitar para entender melhor como funciona uma biblioteca.

  18. Gilvan
    Posted 19 de fevereiro de 2016 at 11:48 | Permalink

    O Conselho recorre á Lei mas parece que não a entendeu.
    O Texto diz:2.1.8 ” professor excedente, prioritariamente com curso de Biblioteconomia/Ciências da
    informação; ” ou seja o Professor EXCEDENTE que for bibliotecário tem prioridade sobre outro que não tiver caso contrário a vaga é de um professor excedente sem o curso.
    Faltou o CRB entender o que é “professor excedente” que é diferente de professor com CAT, talvez por isto tenha sido “enrolado” pela SEE/MG.

  19. Luiz Paulo
    Posted 19 de fevereiro de 2016 at 13:12 | Permalink

    Consegui a vaga na escola estadual Celso Machado, portanto a inspetora não quis assinar o meu Q.I alegando que eu não tinha magisterio ou curso de pedagogia, sendo que, tenho o CAT. Já comecei a trabalhar mas serei dispensado da biblioteca. O que fazer nesta situação? Ql o motivo da nota lançada pelo CRB falando para os interessados providenciarem o CAT para concorrer à vaga. No meu caso eu consegui e vou perder??

  20. Marli Andrade
    Posted 23 de fevereiro de 2016 at 18:39 | Permalink

    Boa tarde, colegas
    sinto muito pelos constrangimentos que alguns passaram durante a semana de designação. para o estado de Minas Gerais. Sempre vivenciei o trabalho de professores formados em Pedagogia ou Magistério nas bibliotecas escolares. Realmente a organização deixa muito a desejar, assim como as atividades realizadas com os alunos. Vamos nos juntar e continuar fazendo os nossos relatos para que esta situação realmente mude e os nosso direitos sejam respeitados. Espero que todos possam ter o seus direitos respeitados, assim como estou tendo.
    Abraços a todos e boa sorte.
    Marli Andrade

  21. ANDRÉA L. CANDIAN
    Posted 24 de fevereiro de 2016 at 16:12 | Permalink

    Boa tarde Lúcio Alves Tannure,

    Quando você se refere que Professores que possuem o curso de Biblioteconomia ou Ciências da Informação terão sempre preferência nos cargos para o Ensino e Uso da Biblioteca/Mediador de Leitura”.
    Pois gostaria de melhor esclarecimento sobre o assunto porque Infelizmente eu Andréa Luciana Candian Marcos sou graduada em Biblioteconomia, também graduada em Pedagogia e não tive prioridade para assumir o cargo de bibliotecária nas Escolas Estaduais do Município de Ubá MG,

    • admin
      Posted 29 de fevereiro de 2016 at 12:28 | Permalink

      Prezada Andrea,

      Peço que você realize uma denúncia junto ao MPE (Ministério Público Estadual) informando que você foi preterida no processo seletivo. Peço que coloque junto à denúncia a Resolução SEE nº2836/2015, pag.21, no ANEXO III 2.1.8, além das notas que foram divulgadas nos boletins do CRB6.

      Seguem os links para serem anexados à denúncia:

      http://blog.crb6.org.br/artigos-materias-e-entrevistas/designacao-em-escolas-estaduais-novas-regras-para-concorrer-a-vagas/

      http://blog.crb6.org.br/artigos-materias-e-entrevistas/nota-de-esclarecimento-designacoes-nas-escolas-publicas-estaduais-de-minas-gerais/

      http://sresjdelrei.educacao.mg.gov.br/images/stories/easygallery/DESIGNACAO/resolucaol-2016.pdf

      Para realizar a denúncia no MPE o link para contato com a ouvidoria é:

      http://www.mpmg.mp.br/main.jsp?lumPageId=8A91CFA94070CE080140C138045D0C07

      O CRB enviou um ofício para o MPE denunciando as questões envolvendo as designações e a falta de bibliotecários nas escolas estaduais e estamos aguardando uma resposta. Se cada bibliotecário que estiver sendo lesado optar pela mesma prática, tenho convicção que as nossas solicitações terão mais chances de serem atendidas.

      Segue, ainda, abaixo as orientações que foram prestadas no nosso boletim sobre esta questão:

      http://crb61.comunicacaodemkt.com/ver_mensagem.php?id=H%7C2199%7C243088%7C145580424237131900

      Para demais esclarecimentos estou à disposição.

      Atenciosamente,

      Lúcio Alves Tannure
      CRB-6/2266
      Bibliotecário Fiscal|Conselho Regional de Biblioteconomia 6ª Região
      Telefax.: 31 3222-4087|31 3224-8355|31 3213-5644
      Acesse o nosso site: http://www.crb6.org.br

      • Norma Lucia Cardoso
        Posted 10 de maio de 2016 at 16:43 | Permalink

        Boa tarde, Lucio.. Meu nome é Norma Lucia Cardoso de Melo. Prestei concurso para bibliotecária do Colégio Tiradentes – o cargo chama-se Analista de Gestão – Biblioteconomia, e fui classificada em primeiro lugar. O concurso foi homologado em 19/09/2015. Fiquei sabendo que há uma professora à frente da biblioteca. Como fica a Lei 100? Entrei em contato com o DEEAS, que é o órgão responsável dentro do Colégio Tiradentes, e a resposta que tive é que as nomeações são de responsabilidade da Casa Civil, e que devo aguardar na validade do concurso. Em nenhum momento da resposta citou-se o fato de haver uma professora ocupando a vaga que, se não me engano, é minha, legitimamente. O que devo fazer? Cabe denúncia?

        Muito obrigada por sua atenção.

        • admin
          Posted 13 de maio de 2016 at 14:45 | Permalink

          Prezada Norma,

          Vou sugerir à Comissão de Fiscalização do CRB a solicitação de uma reunião com o DEEAS para tratarmos exclusivamente da situação dos colégios Tiradentes, visto que ao contrário da escolas estaduais, houve concurso público para o cargo de bibliotecário.

          Realizamos a fiscalização em algumas colégios, mas as instituições foram julgadas juntamente com outras escolas estaduais e a negociação tem sido feita com a secretaria de educação. Vou verificar a possibilidade de realizar um processo a parte, visto que estes colégios possuem estrutura diferenciada.

          Para demais esclarecimentos estou á disposição.

          Atenciosamente,

          Lúcio Alves Tannure
          CRB-6/2266
          Bibliotecário Fiscal|Conselho Regional de Biblioteconomia 6ª Região
          Telefax.: 31 3222-4087|31 3224-8355|31 3213-5644
          Acesse o nosso site: http://www.crb6.org.br

  22. Mary
    Posted 29 de fevereiro de 2016 at 11:15 | Permalink

    Gente, deveríamos ter feito curso de Pedagogia e jamais Biblioteconomia. Os pedagogos sempre estiveram a frente do Bibliotecário. Sempre foi assim e agora eles conseguiram até regulamentar. Biblioteconomia é fim de carreira. Vou cursar pedagogia e me livrar dessa humilhante situação. Biblioteconomia ta com dias os contados. A Classe sempre foi muito fraca.

  23. João
    Posted 11 de março de 2016 at 11:00 | Permalink

    Por favor gostaria de uma informação, o pedagogo que fazer o curso de pós graduação em gestão de bibliotecas escolares, terá vantagens na designação?

  24. Crisiane Pereira
    Posted 15 de março de 2016 at 19:22 | Permalink

    Boa noite! Peguei um cargo na biblioteca de uma escola estadual em MG e na verdade não estou conseguindo exercer a minha função na biblioteca, pois os professores do ensino médio tiram muitas licenças médicas e estou há 3 semanas indo pra sala de aula diariamente e nem mesmo a supervisora e nem a vice diretora dividem essa função comigo. Sou habilitada no curso Normal Superior e não tenho habilitação para dar aulas no ensino médio. Ainda tenho que fazer o plano de aula, pois a supervisora também não me passa. Me sinto sobrecarregada e triste porque os alunos também estão sendo prejudicados ficando sem os conteúdos específicos das disciplinas que substituo e os meus projetos para desenvolver melhor a leitura estão parados.Tenho que permanecer na sala de aula ou posso pedir que façamos um rodízio entre supervisora, vice diretora e eu? Caso a diretora negue o meu pedido posso perder o meu cargo ou sofrer retaliações? Obrigada

    • valeria
      Posted 10 de março de 2017 at 22:11 | Permalink

      Boa noite. vc teve resposta:
      tenho enfrentado o mesmo problema que vc.

  25. Lorena
    Posted 16 de março de 2016 at 15:20 | Permalink

    A pos em biblioteconomia vale também?
    Sou formada em pedagogio

  26. Mariana
    Posted 9 de abril de 2016 at 17:46 | Permalink

    Quem é formado em licenciatura em Matenatica e tem pos em biblioteconomia tem direito.a designaçao de bobliotecario?

  27. Steiner
    Posted 5 de maio de 2016 at 23:21 | Permalink

    CRB, o que quer dizer “Professores Excedentes” neste caso como está descrito no texto da lei?

    “As vagas para a função de Professor para o Ensino do Uso da Biblioteca/Mediador de Leitura serão
    preenchidas observando-se os seguintes critérios de prioridade:
    – professor excedente, prioritariamente com curso de Biblioteconomia/Ciências da Informação;
    – professor efetivo ou estabilizado com o curso de Biblioteconomia/Ciências da Informação.”

  28. Valeria
    Posted 3 de agosto de 2016 at 12:31 | Permalink

    Meu nome é Valeria CRB6 1642, estou trabalhando na E. E. São Francisco de Assis de Divinópolis, fui informada que estou na linha de corte da escola pela resolução SEE 2836/2015 onde agora da direito ao professor sem formação em biblioteconomia ir para biblioteca, como vai ficar a situação de nos bibliotecários diante desta nova resolução?

    • admin
      Posted 26 de agosto de 2016 at 20:32 | Permalink

      Prezada Valéria,

      Atualmente estamos negociando junto ao Governo Estadual a criação do cargo de Bibliotecário para atuar nas escolas estaduais, bem como a possibilidade dos profissionais com a graduação em biblioteconomia poderem participar das designações para o cargo de professor de uso da biblioteca.

      Informo que o Conselho indicou duas bibliotecárias para participar da comissão que irá definir a resolução que fixa as normas para designação em escolas estaduais do ano que vem. Mais informações no link abaixo:

      http://blog.crb6.org.br/artigos-materias-e-entrevistas/secretaria-de-educacao-de-minas-gerais-reune-se-com-crb-6/

      Estou encaminhando o seu questionamento para as Bibliotecárias que estão participando da comissão para que seja discutido nas reuniões com os representantes do Governo.

      Para demais esclarecimentos estou à disposição.

      Atenciosamente,

      Lúcio Alves Tannure
      CRB-6/2266
      Bibliotecário Fiscal|Conselho Regional de Biblioteconomia 6ª Região
      Telefax.: 31 3222-4087|31 3224-8355|31 3213-5644
      Acesse o nosso site: http://www.crb6.org.br

  29. EDSON DE O. REIS
    Posted 15 de agosto de 2016 at 23:48 | Permalink

    O CURSO DE POS GRADUACAO EM BIBLIOTECONOMIA, NAO VALE NADA?

  30. DIOGO MENDES PORTO
    Posted 6 de outubro de 2016 at 10:22 | Permalink

    Boa dia. Sou Formado em Administração e tenho Pós em Docencia e Educação a distancia e pretendi fazer a Pós em Biblioteconomia! será que poço concorrer a vaga no estado???

  31. Andréa Pereira Alves
    Posted 11 de outubro de 2016 at 9:02 | Permalink

    Bom dia,
    Gostaria de saber a contas anda as negociações com o governo do Estado de Minas Gerais para liberação das vagas para o Ensino do Uso de Biblioteca. As normativas para o ano de 2017 deve
    estar saindo e ainda não temos nenhuma posição da nossa situação. Sou bibliotecária e tenho licenciatura em pedagogia e na escola da minha cidade (E. E Antero Magalhaes em Santa Rosa da Serra), houve 3 designação para o cargo e eu não pude pegar mesmo sendo professora habilitada e com o curso de biblioteconomia, pessoas somente com pedagogia ficaram com a vaga. Se possível esclareça junto ao Estado essa situação .Certa de vossa costumeira atenção desde já antecipo agradecimento
    Meu nome: Andréa Pereira Alves – registro 2668.
    estou aguardando retorno.

  32. Josana da Conceição
    Posted 23 de outubro de 2016 at 11:39 | Permalink

    Ola! sou professora que ocupa o cargo de biblioteca.Na escola que eu trabalho estão chegando as professoras efetivadas em 2016, elas irão ocupar o cargo vago e a professora que estava neste cargo ela é remanejada para o cargo da biblioteca, agora a professora da biblioteca perde o cargo porque tem a classificação mais baixa da escola, ou seja sai da escola quem tem a classificação mais baixa mesmo sendo bibliotecária isso pode acontecer?

    • cristiana aparecida
      Posted 21 de fevereiro de 2017 at 14:07 | Permalink

      Por favor me informe a carga horaria e o salario. obrigada

  33. Micheli Cristina
    Posted 31 de outubro de 2016 at 17:52 | Permalink

    Por favor gostaria de uma informação, o pedagogo que fazer o curso de pós graduação em gestão de bibliotecas escolares, terá vantagens na designação?

  34. Gilvan
    Posted 10 de novembro de 2016 at 10:25 | Permalink

    Saiu a prévia o Edital de Designação.

    Agora, além dos Pedagogos, os que tem curso Normal tem prioridade para as Bibliotecas.

    Bibliotecário mais uma vez a ver navios…

  35. Celia Regina Costa
    Posted 15 de novembro de 2016 at 8:42 | Permalink

    Bom dia. A situação ficou pior. Se alguém quiser trabalhar em bibliotecas do estado va fazer Pedagogia se quiser ter alguma chance. O fato é continua as professoras ou professores a priorizar a vaga de bibliotecários para fazer o que na biblioteca? Emprestar livros.

  36. Carol
    Posted 16 de novembro de 2016 at 6:57 | Permalink

    O CRB não vai – e nem conseguirá – fazer nada, desistam.

  37. IANKA MIRANDA GOMES
    Posted 16 de novembro de 2016 at 11:24 | Permalink

    Gostaria de saber se o pedagogo que fazer o curso de pós graduação de biblioteca terá as mesmas vantagens que quem tiver o curso superior na designação?

  38. Posted 17 de novembro de 2016 at 13:28 | Permalink

    Acabo de ligar para a superintendência de Gov. Valadares (setor de inscrição: 33 3203-3087) e fui informada que a prioridade para Bibliotecários não é válido para as designações. Vou concorrer daqui a pouco a um edital de “Professor para Ensino do uso da Biblioteca’, para uma vaga de 2 semanas e verificarei se esse desrespeito à Resolução (SEE nº2836/2015) persiste realmente. Se persistir vou denunciar ao MP. 7

    Obrigada CRB-6.

    Carolina Cândido

  39. ALESSANDRA CRISTINA
    Posted 22 de novembro de 2016 at 20:48 | Permalink

    Se o CRB não conseguir que o cargo de bibliotecário faça parte do quadro administrativo da Rede Estadual de Educação de MG, nós bibliotecários jamais pegaremos vagas, enquanto isto, vemos ocupando diversos cargos no estado todo, professores com habilitação em Pedagogia e até o normal superior de ensino médio tem prioridade sobre nossa formação, já que somos bacharéis. Todos os anos que vamos a uma designação, somos os útlimos da listagem e nossos nomes nem chegam a serem citados. Visto a quantidade de pedagogos na rede. Precisamos de um empenho bem maior por parte do Conselho neste sentido; visto o cargo praticamente ter sido extinto da Rede Estadual, já que o último concurso para a área ultrapassa a casa dos vinte anos. Sempre saíremos perdendo e vendo nossa formação e profissão serem desqualificadas, mediante até uma formação em ensino médio; já que o cargo é para professor e sob esta denominação “professor e orientador no uso da bilioteca”, professores com formação em pedagogia e normal superior tem todas as vantagens sobre nossa classe. Sinto-me densorrada com tal situação e vejo a cada ano que passa, nossas chances de ingressar no meio, mais longes e cada vez menos realizáveis. O Conselho já passou da hora de entrar com recurso para nós associados ou não, que estamos trabalhando árduo para mantermos nossa carreira na ativa.

  40. Josiane
    Posted 24 de novembro de 2016 at 4:08 | Permalink

    Qual é a carga horária

    De

  41. Patricia Morais
    Posted 24 de novembro de 2016 at 17:53 | Permalink

    Boa noite,

    Agradeço muito a vocês por lutarem por nossa classe e sei que não deve ser fácil, mas a luta continua. Já fiz a inscrição para a designação 2017 e sei que minhas chances são remotas, pois sou bacharel em Biblioteconomia e só tenho o CAT. Contudo, ficarei de olho em quem for covocado para trabalhar na biblioteca e conforme o caso, denunciarei junto ao CRB.

    Att,

    Patrícia

  42. Shirlei Ristow
    Posted 5 de janeiro de 2017 at 13:04 | Permalink

    Shirlei Ristow

    Reclamam que faltam professores entre outros profissionais da educação, estudamos quatro anos Licenciatura em Pedagogia, estágios remunerados e estágios complementares, deixamos tudo que poderíamos fazer como lazer para nos dedicarmos o máximo a educação infantil, fundamental, médio, jovens e adultos, para ter um país alfabetizado. É ao acabarmos a faculdade temos que procurar um emprego fora da área educacional, alegação tem que ser concursados e não podem fazer nada, temos que fazer mais especialização “o que concordo” mas como se não podemos ficar na área educacional, sendo remunerados adequadamente para que a prática esperada pelos graduados em Licenciatura em Pedagogia, pedem para se inscrever em órgãos governamentais autorizados e escolas particulares etc… Mas dificilmente somos aceito, á sempre existe um argumento contrario para os nossos sonhos de faculdade em tornar o Brasil “cidadão com direito à educação”.
    O Brasil está acumulando professores, pedagogos em outras áreas, porque atingiu pontuação necessária em concursos, mas tem que esperar anos para ser chamado para assumir cargo desejado nas escolas, e os que não atingiram não tem a menor chance se não for concursado, para que estudar Pedagogia se não podemos nem passar ao próximo o que aprendemos. É na prática que se aprende não resolve só teorias. Educados e educandos se encontram no ensino aprendizagem o ensino é recíproco. Lamentar em outras áreas como profissionais os acontecimentos entristece, imaginem estudar anos Pedagogia é saber que ainda falta muito para chegar a sala de aula e atuar, todos os cursos ficam pequenos perto dos concursos que temos obrigação de passar, sem saber se um dia vamos poder atuar.

    “Ensinar é um exercício de imortalidade. De alguma forma continuamos a viver naqueles cujos olhos aprenderam a ver o mundo pela magia de nossa palavra. O professor assim não morre jamais” (RUBEM ALVES).

    • Lucineide
      Posted 23 de janeiro de 2017 at 19:02 | Permalink

      Querida não desista, tenha fé, DEUS preparará um canto para você desenvolver seu potencial, não perca a esperança e nem desespere ok. Vou torcer por ti, mesmo que nós vivemos nesse turbilhão de dificuldades, constrangimentos e corrupção que é o nosso país, entretanto DEUS é maior do que tudo isso. Ele é dominador e criador de tudo que existe, todo poder está em suas mãos, vamos acreditar sempre que a educação é a única arma além, da fé em DEUS para libertarmos o nosso país. O que for seu ninguém vai tomar, será seu, vai com fé nas designações e acredito que DEUS te dará vitória. Que ele te abençoe muito.

  43. Lucineide
    Posted 23 de janeiro de 2017 at 18:55 | Permalink

    Pessoall sempre foram os professores que atuaram nas bibliotecas escolares, acredito que realmente vocês precisam fazer cursos que trabalhem: didática, aprendizagem , conhecimento em um pouco de psicologia, como acontece com os pedagogos. A tecnicidade que vocês adquirem no curso de biblioteconomia acredito que fica a desejar para atuar nas bibliotecas escolares, pois o trabalho do professor na biblioteca vai além disso ai. Acho lindo o curso de vocês mas quem puder fazer um magistério pelo menos a nível médio ou pedagogia mesmo, percebe-se que será mais eficaz o trabalho de vocês dentro do âmbito escolar.

    • Raquel Santos
      Posted 27 de janeiro de 2017 at 15:36 | Permalink

      Lucineide, o fato de professores ocuparem vagas em bibliotecas não os torna habilitados ao trabalho de bibliotecário escolar, além disso justamente porque sempre foi assim é que os profissionais e mais ainda os Conselhos de Biblioteconomia estão lutando para conquistar mudanças. Concordo que o bibliotecário graduado necessita se especializar para atuar em bibliotecas escolares, assim como professores precisariam se graduar em Biblioteconomia para atuar nesse espaço da escola. Se cada profissional fizer o que lhe é devido e ético quem mais tem a ganhar são os estudantes.

  44. Junia
    Posted 26 de janeiro de 2017 at 19:55 | Permalink

    Estou cursando ciências biológicas e queria fazer biblioteconomia, porém estou desanimada com estes comentários que ando lendo aqui.

    • Adriana
      Posted 27 de janeiro de 2017 at 23:13 | Permalink

      Na minha opinião os CRBs , Sindicatos, Faculdades e profissionais deveriam se unir e pedir ajuda a ONU ” Direitos Humanos”, direitos de uma profissão que mundialmente é reconhecida menos no Brasil, apesar de existir uma Lei. Ou nos unimos ou a profissão superior de biblioteconomia se tornara futuramente um curso tecnico.
      “O coordenador da frente, deputado Jose Stédile (PSB-RS), destaca que atualmente só quem tem curso superior em Biblioteconomia pode exercer a profissão (PL 6038/13).
      Projeto de sua autoria, aprovado pela Câmara no ano passado e que será analisado agora pelo Senado, permite a atuação de quem tem diploma de nível médio de técnico em Biblioteconomia”

  45. Mara
    Posted 28 de janeiro de 2017 at 0:06 | Permalink

    Olá, logo deverão criar um curso de licenciatura em biblioteconomia rsrs, mas enquanto isso não acontece e infelizmente o governo entende o cargo de PEUB como uma “função” e principalmente “reserva” tal função para professores em ajuste funcional, pelo menos é o que parece ( fulano não pode ir para a sala de aula por algum agravante, mas não tem idade nem tem tempo de serviço para aposentar = coloca na biblioteca), pois bem estou iniciando no curso de pedagogia e gostaria muito de fazer em paralelo o curso de biblioteconomia, porém tive receio de perder meu tempo e dinheiro, liguei para o CRB e fui muito bem atendida e me garantiram que vão continuar o empenho em resolver tal situação garantindo pelo menos que a soma dos cursos se mantenha como prioridade para designações.

    • Mara
      Posted 28 de janeiro de 2017 at 0:11 | Permalink

      Também pesquisei é vi que duas pessoas que não puderam assumir o cargo como informaram no ano passado esse ano estavam com prioridade.Grata CRB,

  46. Livia Maia gama
    Posted 30 de janeiro de 2017 at 14:01 | Permalink

    Olà boa tarde!! Eu tenho biblioteconomia mas não pedagogia não fui classificada .Estou começamdo pedagogia .O ano passado trabalhei no estada Como Peub uso do professor na biblioteca.
    Acho Uma sacanagem.Abraço

  47. Rodrigo
    Posted 10 de fevereiro de 2017 at 9:45 | Permalink

    Bom dia!

    Acho que o CRB deveria se manifestar publicamente com relação a esta situação. Vários profissionais estão passando pela situação constrangedora de assumirem vagas designados e em questão de dias serem dispensados por não terem o curso de Pedagogia. O CRB e a SEE/MG precisam deixar claro sem margens para interpretações, se o Bibliotecário tem ou não preferência nas vagas para Ensino do Uso de Biblioteca. O CRB deve(ria) ser a voz de todos os profissionais habilitados que mantém o conselho ativo. Portanto acho que a pressão deveria ser por uma nota que esclarecesse tal situação sem mais delongas.

  48. Érika
    Posted 20 de fevereiro de 2017 at 8:15 | Permalink

    tenho graduação em pedagogia,então não concorro a vaga para professor para uso na biblioteca?

  49. Neidimar
    Posted 23 de fevereiro de 2017 at 5:41 | Permalink

    Opa, alguém pode tentar me esclarecer uma divida? Estou cursando pedagogia e biblioteconomia, estou no primeiro semestre. Gostaria de saber se cursando estes dois cursos eu tenho alguma prioridade na listagem em relação a quem ja tem por exemplo só o curso de pedagogia concluído, e em relação a quem ja tem o curso de pedagogia concluído e ja trabalha em bibliotecas de escolas.

  50. ALESSANDRA CRISTINA
    Posted 1 de março de 2017 at 14:00 | Permalink

    Gostaria de receber informações, o mais breve possível, já que as designações para o ano de 2017 já foram todas realizadas, a respeito de como se encontra a situação de nossa classe de bibliotecários, mediante as vagas para o setor biblioteca das escolas estaduais do estado, na qual continuam a dar preferência para o portador de Pedagogia e Normal Superior e na qual nós bibliotecários nem precisamos comparecer às designações, pois nossos nomes nem são citados. O mesmo tem ocorrido no município, no setor municipal, que acompanhando o estado tem contratado auxiliares de biblioteca e pelo visto, nos próximos anos não haverá mais o cargo de bibliotecário nas vagas a serem lançadas. É muito triste ver nossa área se extinguindo e ver nossa total desvalorização como profissional capaz de ajudar e difundir o conhecimento e gosto pela leitura, em uma sociedade tão ociosa do mesmo. Aguardo retorno pelo site e/ou através do meu e-mail ou telefone pessoal cadastrado no CRB, Muto obrigada! Desde já agradeço e aguardo com maior brevidade possívelm informaçãoes a respeito do referido caso.

  51. Tatiana
    Posted 6 de março de 2017 at 19:53 | Permalink

    Boa noite!!!
    Sou pedagoga e estudante de biblioteconomia, gostaria de manifestar a minha insatisfação com o estado de gunas em relação ao peub, este profissional tem que dar aulas na biblioteca, assumir turma na ausência do regente, dar aulas de reforço e ainda tem que cumprir módulo 2 sem receber a mais por isso. Deve trabalhar em sábados letivos e escolares. Gostaria de pedir que vocês junto a SEE crie novas regras que possa garantir esse profissional uma jornada mais justa. Acredito que o CRB ira ganhar essa causa sobre a contratação de bibliotecários mas enquanto isso poderiam estabelecer normas mais justas. Também afirmo que tem inspetor aceitando curso de pós graduação em biblioteconomia como prioridade nas designações, alegando que não precisa da graduação bacharel em sim. Muito obrigada.

  52. valeria
    Posted 10 de março de 2017 at 22:14 | Permalink

    Sou pedagoga e estou atuando no cargo de biblioteca. Estou sendo convocada a estar na sala de aula quase todos os dias na ausencia de professores. na lei isso e correto

  53. Lais silva souza
    Posted 2 de abril de 2017 at 23:17 | Permalink

    Boa noite! Como anda a luta para que bibliotecários assumam as bibliotecas das escolas estaduais e municipais? Iniciei meu curso esse ano, e espero que até 2020 o nosso mercado de trabalho esteja garantido!.
    Obrigada!

  54. Samira
    Posted 5 de julho de 2017 at 6:27 | Permalink

    Olá eu sou formada em pedagogia e faço biblioteconomia mesmo antes de forma eu tenho preferência na hora de concorrer vagas nas escolas do estado?

Comentar

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*