Fã de literatura, criança de Divinópolis (MG) lança primeiro livro

Maria Luiza Amaral tem 11 anos e criou história a partir de um sonho. Obra é ilustrada por Vinícius César, que desenha desde a infância.

Maria Luiza Amaral observa livro que escreveu (Foto: TV Integração/Reprodução)

Maria Luiza Amaral observa livro que escreveu (Foto: TV Integração/Reprodução)

Quem lê, solta a imaginação e aprende cada vez mais. Tanto que pode passar a criar as próprias histórias. Foi o que aconteceu com uma criança de Divinópolis. Maria Luiza Amaral, de 11 anos, lança seu primeiro livro. Ela descobriu o mundo das letras bem cedo.

Hoje, sua grande paixão são os livros. Ela cresceu ouvindo histórias. Quando foi alfabetizada, começou a escrever as próprias. Nas 84 páginas de sua obra, ela conta a história de um sonho que teve. “Uma menina vai para a escola de fada. Encontra amigos, inimigas, experiência em que pude me expressar”, explicou.

A história ganhou vida nos traços do ilustrador Vinícius César. O rapaz começou na profissão trabalhando como designer de moda. “Eu tinha que criar. O pessoal vinha com a coleção marcada e eu viajava nas estampas. Criava sem limites”, contou.

Desenhar, para ele, era brincadeira de infância. “Meu pai, quando bem pequeno, fazia esboços para mim e me estimulava a criar. Eu desenhava a partir dos rabiscos dele e o resultado ficava bacana”.

Vinícius César é o ilustrador do livro (Foto: TV Integração/Reprodução)

Vinícius César é o ilustrador do livro
(Foto: TV Integração/Reprodução)

Como naquela época, ele prefere desenhar com lápis. Depois, passa para o computador, onde escolhe cores e finaliza. Atualmente, está ilustrando 18 livros. A maioria infantis. Um trabalho que exige criatividade e um mergulho na mente do escritor. “Vou lendo o livro e vendo em minha mente como se fosse um desenho animado. Depois, passo para o papel”, acrescentou.

Ana Luiza ficou surpresa com o resultado. “Os desenhos ficaram ótimos. Um trabalho muito criativo”, disse.

Ela gostou tanto que já pensa no próximo livro. “Não será uma continuação desse, mas a história se passará na mesma cidade”.

Quem gostou também foi o orgulhoso avô, Manoel Amaral, que também é escritor e tem autoridade para falar do assunto: é membro da Academia Divinopolitana de Letras. “A criança que nasce hoje com interesse em livros merece todo o incentivo para isso. A Maria Luiza sempre gostou de ler e isso é muito bom”, declarou.

Fonte: MGTV | G1 Centro-Oeste de Minas

This entry was posted in Artigos, matérias e entrevistas and tagged , . Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: URL pra trackback.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*