Fundação Bill Gates equipa bibliotecas

Feitosa, coordenador de projetos do CDI, prevê mudanças na rotina das bibliotecas

Feitosa, coordenador de projetos do CDI, prevê mudanças na rotina das bibliotecas

Bibliotecas de quatro municípios da Bahia vão receber novos equipamentos de informática custeados pela The Bill & Melinda Gates Foundation, instituição filantrópica do empresário norte-americano fundador da Microsoft, Bill Gates.

Os espaços de leitura e pesquisa foram selecionadas pelo Comitê para a Democratização da Informática, no Programa CDI Bibliotecas 2015, e vão receber, pelo período de dois anos, 10 computadores cada um.

Foram contempladas cinco bibliotecas estaduais em Salvador – Anísio Teixeira (Centro), Thales de Azevedo (Costa Azul), Monteiro Lobato (Nazaré) e a do Estado da Bahia (Barris) – e três municipais no interior – Maria Feijó (Alagoinhas), Álvaro Pina Trindade (Mata de São João) e Professor Magalhães Neto (Candeias).

Além das unidades baianas, outras 42 bibliotecas espalhadas em 16 estados brasileiros também receberão os equipamentos. Ao todo, a iniciativa garante cerca de R$ 10 milhões em recursos para a compra de computadores e financiamento para capacitação de pessoal.

Segundo o coordenador de projetos do Comitê para a Democratização da Informática (CDI), Edson Alves Feitosa, a iniciativa tem o objetivo de incentivar a criação de projetos que utilizem as plataformas digitais como forma de integrar novas tecnologias à rotina dos usuários das bibliotecas.

“Mais importante que o computador é oferecer a oportunidade de ver a tecnologia como principal aliada da educação, do conhecimento e da cultura”, diz.

Para a coordenadora do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas da Bahia, Maria Cristina dos Santos, os equipamentos vão possibilitar a requalificação desses espaços de leitura.

“Costumamos dizer que a tecnologia não tirou os usuários da biblioteca. Ao contrário: é ferramenta que agrega e possibilita que sejam realizadas pesquisas mais abrangentes”, diz.

O edital para a participação do Programa CDI Bibliotecas 2015 foi lançado em fevereiro deste ano e abriu vagas para a inscrição de bibliotecas municipais e estaduais. Além de informatizar as unidades, o programa visa ajudar líderes e profissionais a integrar ideias e serviços inovadores nesses espaços.

Para tanto, os funcionários terão capacitação por meio de cursos durante dois anos para que se transformem em multiplicadores para a comunidade local. O primeiro encontro dos profissionais do Nordeste foi realizado na manhã desta terça-feira, 29, na Biblioteca do Thales de Azevedo, no Costa Azul.

Transformação

Responsável pela Biblioteca Pública Municipal Maria Feijó, em Alagoinhas, o bibliotecário Marco Túlio comemorou a seleção da unidade no programa.

“O acesso à tecnologia, em muitos lugares, ainda é precário. Por isso, em Alagoinhas, utilizaremos os novos computadores como ferramenta de transformação social. A ideia é oferecer cursos de informática básica, dentro do espaço da biblioteca, para a população carente”, assinalou.

Fonte: A Tarde | Luan Santos

This entry was posted in Artigos, matérias e entrevistas. Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Comentar

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*