Google Play agora deixa você emprestar livros e filmes

Empréstimo: o objetivo do serviço é que o usuário precise fazer a compra apenas uma vez para que todos a usufruam (Foto: Thinkstock)

Empréstimo: o objetivo do serviço é que o usuário precise fazer a compra apenas uma vez para que todos a usufruam (Foto: Thinkstock)

O Google lança hoje um recurso que promete facilitar o empréstimo de filmes e livros digitais, além de apps, entre você e seus amigos e familiares. Presente no Google Play, o recurso é a Biblioteca da Família. A ideia central é permitir que os membros desse grupo possam acessar conteúdo, mesmo que pago, que tenha sido adquirido por outro integrante.

Mesmo com esse nome, a novidade não é voltada somente para famílias propriamente ditas. Grupos de amigos também podem usar o recurso para compartilhar conteúdo. “As pessoas precisam ser de confiança, já que é preciso colocar o cartão de crédito de um dos participantes para usar a ferramenta”, disse Regina Chamma, diretora de apps e games do Google Play para a América Latina, em entrevista a EXAME.com.

Apesar da necessidade de cadastrar um cartão de crédito, Chamma explica que não há cobrança de taxa extra para se inscrever no plano. Além disso, os membros da conta têm a opção de usar seus métodos individuais de pagamento.

Uma das possibilidades de compartilhamento mais interessantes é de filmes e séries usando TVs com Android ou o Chromecast. Chamma afirma que esse tipo de conteúdo, assim como filmes, pode ser acessado em Android, iOS e pela web. Já apps e jogos ficam disponíveis apenas para smartphones e tablets com Android, obviamente.

Para criar uma conta, o usuário precisa entrar no aplicativo do Google Play, clicar no menu localizado no canto superior esquerdo da tela e escolher a opção Biblioteca da Família. Essa pessoa fica identificada como “chefe da família” e deve adicionar o cartão de crédito. Depois disso, ela pode colocar no máximo mais cinco pessoas no grupo.

Após a criação da conta, todas as aquisições são adicionadas automaticamente à Biblioteca da Família. Ainda existe a opção de manter o material apenas para si. Com isso, conteúdo inapropriado para crianças e adolescentes pode ser removido do compartilhamento.

Para que o gerente da conta não perca o controle do que é comprado, o Google envia recibos para o e-mail. Caso o grupo tenha membros com idades entre 13 e 17 anos, o titular receberá em seu e-mail um pedido de aprovação.

“Essa ferramenta, além de proteger os seus filhos, também os ensina a consumir de uma forma consciente”, diz Chamma. Entretanto, a diretora alerta que se o pai ou a mãe enviarem um vale-presente para o filho gastar no Google Play, o titular não irá receber um e-mail para aprovação.

A Biblioteca da Família foi lançada hoje no Brasil. O Google diz que pode demorar alguns dias para que o recurso fique disponível para todos os usuários.

Fonte: Exame

This entry was posted in Artigos, matérias e entrevistas and tagged , , . Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: URL pra trackback.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*