Laços estreitados entre o CRB-6 e a Secretaria de Educação de Minas Gerais

DSC_0122

Foi realizada, no dia 6 deste mês, uma reunião entre os membros do Conselho Regional de Biblioteconomia 6ª Região (CRB-6) e representantes da Secretaria de Educação do Governo de Minas Gerais. O encontro teve o objetivo de estabelecer compromissos e firmar uma parceria no que diz respeito às bibliotecas das escolas públicas do Estado.

Participaram da reunião a Subsecretária de Desenvolvimento da Educação Básica do Governo do Estado de Minas Gerais, Raquel Elizabete de Souza, e a Procuradora do Governo do Estado de Minas Gerais, Milena Branquinho, que apresentaram dados sobre as bibliotecas das escolas públicas. “O Estado tem mais de 3 mil escolas, e destas, apenas 328 não possuem biblioteca. Esse é um número importante, pois somos referência na educação brasileira”, afirmou Raquel.

Durante a reunião, o Conselho também apontou dados sobre a situação em que se encontram as bibliotecas públicas do Estado, como o fato de não existir bibliotecários trabalhando nelas. A subsecretária argumentou que o cargo de bibliotecário não existe no Estado, mas sugeriu que fosse criada a função de analista de educação para ocupar superintendências que supervisionassem as escolas. Ficou acordado que será realizado um censo dos servidores do Estado para descobrir aqueles que têm formação superior em Biblioteconomia e, dentre eles, os que têm interesse em fazer parte da superintendência. A partir de então, será aberto concurso para bacharéis em Biblioteconomia. A previsão é de ele aconteça em 2017.

Outro assunto discutido na reunião foi a criação de mais cursos de biblioteconomia nas universidades, especialmente na Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG). A subsecretária se comprometeu em ajudar os membros do Conselho a pautar uma reunião com a Secretaria de Ciência e Tecnologia, responsável por essa função.

Ao término da reunião, foram apresentadas autuações feitas pelos fiscais do Conselho por conta de irregularidades em bibliotecas nas escolas públicas. E foi feito um acordo de que o Governo terá um prazo maior para quitá-las.

A coordenadora da Comissão de Fiscalização do CRB-6 Mariza Martins Coelho (CRB-6/1637), diz que essa parceria é importante para abrir novas possibilidades: “por mais que não exista solução imediata para criação do cargo de bibliotecário, o contato com o Governo já representa um grande passo para melhoria das bibliotecas de escola pública.”

O presidente do Conselho, Antônio Afonso Pereira Júnior (CRB-6/2637), também se mostrou positivo com a reunião: “percebemos que o governo se mostra sensível com a situação das bibliotecas. Acredito que essa parceria é um embrião que se desenvolverá e perdurará por muitos anos.”

This entry was posted in Artigos, matérias e entrevistas. Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: URL pra trackback.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*