Leitura pode prevenir o Alzheimer

Neurologistas da UFMG explicam os benefícios do hábito

A série “Saúde com Ciência” do Centro de Comunicação Social (CCS) da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) tratou, em julho, a relação entre o hábito da leitura a prevenção ou adiamento dos sintomas de demências, como os da doença de Alzheimer.

(Foto: Reprodução/CCS da Faculdade de Medicina da UFMG)

Segundo a matéria, a leitura pode aumentar a reserva cognitiva, que é relacionada à capacidade do cérebro de se opor aos efeitos de algum tipo de dano cerebral, situação que ocorre no Alzheimer.

Estudos já concluíram que há maior prevalência da doença em pessoas com menor grau de escolaridade, especialmente os analfabetos. Dado que sugere a importância dos projetos de incentivo à leitura para, inclusive, prevenção das doenças psíquicas.

Para mais informações sobre o assunto, confira a publicação na íntegra e acompanhe a série.3030

This entry was posted in Artigos, matérias e entrevistas and tagged , , . Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Comentar

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*