Livrarias apostam em novidades em tempos de crise

Livrarias apostam em novidades em tempos de crise

Livraria LeituraOs empresários do mercado de livros não estão se deixando atingir pela crise econômica. Muito pelo contrário: as  livrarias de grande porte têm respondido ao período de recessão com doses ainda maiores de cultura, variedades de títulos  e eventos literários, fazendo com que  o público não tire os livros da lista de compra.

A estratégia é avançar ao  invés de  retrair. o que tem feito, por exemplo, a  Livraria Leitura. Com sede em Belo Horizonte e mais de 60 lojas em todo o País, o grupo  inaugurou no último dia 13, uma unidade em Manaus. Instalada no Amazonas Shopping, a loja de 820 metros quadrados e dois pisos tem expectativa de oferecer até 40 mil produtos entre livros, quadrinhos, jogos inteligentes, games, CDs, DVDs e outros itens.

Para o sócio-diretor do grupo, Marcus Teles, a crise econômica do País não pode ser impeditivo para abertura de novos empreendimentos. “Abrimos lojas pensando em dez, vinte anos e não em crises passageiras. Olhamos para a cidade e vemos claramente uma necessidade de livrarias de maior porte, em especial nos shoppings centers”, avalia.

Quer saber mais sobre o segmento e novidades das grandes livrarias da cidade? Leia a reportagem completa na edição de domingo (20) do Jonal A Crítica.

Fonte: A Crítica | Juliana Geraldo

This entry was posted in Artigos, matérias e entrevistas and tagged , , , . Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: URL pra trackback.

One Comment

  1. Posted 24 de dezembro de 2016 at 9:22 | Permalink

    As livrarias aqui na minha região sempre estão lotadas, ao contrário de outras lojas. Parece que a crise pega de jeito alguns mercados, mas as livrarias parece que não. Show a matéria!

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*