Movimentos fazem ato para pedir reconstrução da Casa da Árvore

Mais de dez movimentos sociais participam do flashmob, performance rápida para pedir que o espaço se torne novamente uma biblioteca aberta ao público para leitura e atividade cultural.

Movimentos fazem ato na Casa da Árvore (Foto: Reprodução/O Tempo)

Movimentos fazem ato na Casa da Árvore (Foto: Reprodução/O Tempo)

Cerca de 30 pessoas estão reunidas agora nós dois pés de manga na avenida Barão Homem de Melo, na região Oeste de Belo Horizonte, onde ficava a Casa da Árvore, que foi incendiado no último domingo. Mais de dez movimentos sociais participam do flashmob, performance rápida para pedir que o espaço se torne novamente uma biblioteca aberta ao público para leitura e atividade cultural.

Guardas chuvas coloridos foram ponderados nas árvores para apagar o cinza que sobrou do incêndio e agradecer a chuva dos últimos dias, que traz esperança de um recomeço para o local. “Estamos aqui para mostrar que os moradores da casa da árvore não estão sozinhos”, afirmou o professor Bruno Duarte Guimarães Silva, 32. Os moradores da Casa da Arvore foram chamados hoje para o ato e são esperados no local.

Fonte: O Tempo

This entry was posted in Artigos, matérias e entrevistas and tagged , , , . Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: URL pra trackback.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*