Os segredos da nota mil

Com leitura e treino, três mineiros conseguiram pontuação máxima na redação do Enem

Setenta e sete candidatos do Enem 2016 alcançaram os mil pontos na redação, é o que mostra matéria “Leitura e treino levam mineiros à nota mil na redação do Enem”, do G1 Zona da Mata. A reportagem mostrou que três deles são estudantes de Juiz de Fora – Igor Farinazzo, Nathália Cour e Tamyres Vieira, que dissertaram sobre “Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil”. Nathália e Igor têm 18 anos e Tamyres, 20. Em comum, o hábito da leitura e treinamento específico para a prova.

Tamyres dos Santos Vieira é ex-aluna da Escola Adventista e do Colégio Apogeu e fez cursinho de redação com o professor Eliandro Luiz Andrade para se preparar. A jovem conta que sempre gostou de ler e que não pretende se candidatar a uma universidade pública, já que cursa o quarto período de Medicina em uma instituição particular.

A importância da preparação

Igor e Nathália foram colegas no Colégio Santa Catarina. Ela quer estudar Medicina na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) ou na de São João Del Rei (UFSJ), e ele pretende cursar Engenharia Química na Federal de Minas Gerais (UFMG).

Nathália conta que o hábito da leitura começou com o livro O ladrão de olhos, de Jonathan Auxier, adquirido em um sebo. Preparando-se para o Enem, fez cursinho de redação e escrevia no mínimo um texto semanalmente. Ela acredita, contudo, que estudar exageradamente não ajuda. “É melhor evitar a exaustão”, recomenda. Para a estudante, fundamental é demonstrar conhecimento geral, que enriquece o conteúdo da redação.

Igor, por sua vez, se interessou pelos livros a partir da série Harry Potter, de J. K. Rowling, que começou a ler aos 11 anos. Para ele, estudar é algo que se aprimora com o tempo. O estudante conta que o auxílio dos professores foi essencial. “Fazia questão que o professor corrigisse a redação na minha presença, para aprender com meus erros.”

O professor do cursinho de redação de Tamyres e Nathália, Edson Munk, afirma que o aluno deve entender o que o Enem exige. Confira as dicas do professor:

  • Prepare-se para fazer um texto dissertativo e argumentativo;
  • Sustente sua tese com argumentos coerentes, claros e diretos;
  • Considere que o Enem exige proposta de intervenção – aponte, portanto, soluções para os problemas apresentados;
  • Proponha soluções criativas, que fujam do óbvio.

Fonte: G1 Zona da Mata – 23/01/2017

This entry was posted in Artigos, matérias e entrevistas and tagged , , . Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Comentar

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*