Presidente do CFB responde deputado Jair Bolsonaro

O representante do Conselho defende classe perante argumento do deputado

Durante sessão plenária na Câmara dos Deputados, realizada no dia 22 de março, o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) disse que “o ignorante tem que dar risada mesmo, porque se ele for a uma biblioteca vai ser torturado, porque biblioteca é lugar de ignorante ser torturado”.

A frase foi dita em uma discussão com os parlamentares Carlos Zaratini (PT-SP) e Silvio Costa (PTdoB-PE), ocasionada pelo pronunciamento de Costa em defesa do mandato da presidente Dilma Rousseff.

Representando a classe o presidente do CFB, Raimundo Lima, responde deputado (Foto: Divulgação)

Representando a classe o presidente do CFB, Raimundo Lima, responde deputado (Foto: Divulgação)

O presidente do Conselho Federal de Biblioteconomia, Raimundo Martins de Lima (CRB-11/039), publicou no ofício nº 081/2016, uma carta aberta em resposta ao deputado. Na qual afirma que a fala do deputado foi despropositada porque o seu conteúdo traduz uma representação equivocada sobre os aspectos filosóficos e práticos da existência e atuação das bibliotecas. Clique aqui para ler a carta na íntegra.

This entry was posted in Artigos, matérias e entrevistas and tagged , , . Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: URL pra trackback.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*