Produtivismo científico será debatido amanhã no Espaço TIM UFMG do Conhecimento

Data de publicação: 31/08/2012

Por UFMG Notícias

Examinar o desempenho de pesquisadores por meio de medidas de produtividade contribuiu para estimular o desenvolvimento da pesquisa no país e no mundo. Mas as maneiras de mensurar e qualificar esse trabalho estão longe de representar um consenso.

Algumas visões críticas sobre o produtivismo científico serão debatidas neste sábado, 1º de setembro, a partir de 11h, no Espaço TIM UFMG do Conhecimento, dentro do projeto Café Controverso. Os professores Luciano Mendes de Faria Filho, da Faculdade de Educação, e Ivan Domingues, da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, são os convidados.

Ao criticar a pressão e o imediatismo que acredita ter tomado conta do ambiente acadêmico, o filósofo Ivan Domingues defende uma produtividade que não beire o que chama de “taylorismo acadêmico” nem seu oposto, que denomina “laxismo”, ou preguiça intelectual. “Nos parâmetros de hoje, Einstein seria considerado improdutivo”, exemplifica Domingues. “A produção ciência é de lenta maturação. Por isso, é preciso lidar com critérios mais inteligentes e qualitativos, e com parâmetros de tempo mais dilatados”, acrescenta ele, antecipando a linha de argumentação que apresentará no Café Controverso.

Luciano Mendes, por sua vez, acredita que não se deve estabelecer critérios avaliativos sem se levar em conta a configuração institucional da academia. Ele lembra, por exemplo, que nas universidades um docente é obrigado a conciliar atividades de ensino, de pesquisa, de extensão e administrativas. “É muito difícil aumentar a produção atuando tão intensamente em tantas frentes. Isso leva a um esgotamento”, afirma.

O Espaço TIM UFMG do Conhecimento está localizado na Praça da Liberdade. Mais informações pelo telefone (31) 3409-8350.

(Com Assessoria de Imprensa do Espaço TIM UFMG do Conhecimento)

Fonte: https://www.ufmg.br/online/arquivos/025220.shtml

This entry was posted in Artigos, matérias e entrevistas. Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: URL pra trackback.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*