Projeto Philos distribui cessões de uso do software Philos para mais de 150 escolas públicas em todo o Brasil

Objetivo da empresa é fomentar o hábito da leitura entre os estudantes, a partir da organização e gestão otimizada da biblioteca escolar

O Projeto “Philos: plante organização, colha conhecimento”, lançado pela Prima em junho deste ano já está presente em mais de 150 escolas públicas em todo o Brasil. A iniciativa de cunho social distribui cessões de uso do sistema de gestão Philos para bibliotecas em escolas públicas, com o objetivo de otimizar estes espaços e consequentemente incentivar a criação do hábito da leitura no ambiente escolar.

A Escola Estadual Professor Amálio Pinheiro, localizada em Ponta Grossa, Paraná, foi uma das contempladas para o uso do software. Fernando Vasconcelos, agente educacional e um dos responsáveis pela digitalização da biblioteca escolar no Philos, conta que anteriormente todo o processo era feito de forma manual. “Procuramos vários sistemas para a biblioteca e desde julho estamos usando o Philos pelo projeto social. Ele é fácil de usar, intuitivo e trouxe finalmente a biblioteca da escola para o século XXI”, relata.

A escola está na primeira fase de implantação do Philos, com a catalogação dos livros. “Já cadastramos mais de 1500 livros, mas ainda estamos na metade. O processo é simples, porque somente pelo ISBN todos os dados da obra já são puxados automaticamente para o cadastro”, conta Vasconcelos. “A próxima etapa será efetuar os empréstimos aos alunos pelo software, o que possibilitará um alcance maior da biblioteca, já que é possível consultar os livros disponíveis de casa ou do celular”, afirma.

A leitura é fonte de autonomia na busca pelo conhecimento, porém, infelizmente, é um hábito pouco cultivado entre os brasileiros. Segundo pesquisa realizada pelo Ibope no ano passado, 44% da população brasileira não lê e 30% nunca comprou um livro. Eduardo Voigt, diretor da Prima, acredita que as bibliotecas escolares são importantes centros de formação de leitores. “Com a organização destes espaços pelo Philos ganha-se tempo para centrar os esforços em iniciativas de real incentivo à leitura, otimizando os processos rotineiros”, afirma.

Por meio do projeto, mensalmente serão doadas até 80 cessões de uso do software, desenvolvido especialmente para gestão de bibliotecas escolares. Serão contempladas escolas públicas de Educação Básica, sejam elas municipais ou estaduais, e poderão ser aceitas até 5 escolas por município, quando se tratarem de capitais, e, 2 escolas nos demais municípios.

Para se inscrever é preciso entrar no site www.bibliotecaescolar.com.br/projetophilos e efetuar o cadastro da instituição. As informações serão analisadas e a escola será informada sobre o resultado da avaliação, em caso positivo a Prima entrará em contato para a instalação do sistema.

Fonte: Prima

This entry was posted in Artigos, matérias e entrevistas and tagged , , , , . Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: URL pra trackback.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*