Projeto promove ações de letramento literário

Pesquisa realizada pela UFMG teve como objetivo compreender as dificuldades relacionadas ao trabalho com literatura na educação infantil

O grupo de pesquisa Leitura e Escrita na Primeira Infância (Lepi), vinculado ao Centro de Alfabetização, Leitura e Escrita (Ceale) da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (FAE/UFMG), acaba de por em prática, em parceria com a Unidade Municipal de Educação Infantil (Umei) Santa Amélia, o projeto “Letramento Literário na Educação Infantil”. O objetivo foi o de compreender as dificuldades vividas pelas professoras da Umei no trato com a literatura e capacitá-las a atuar como mediadoras de leitura.

Crianças são as principais beneficiadas pelo projeto (Foto: Acervo LEPI)

Crianças são as principais beneficiadas pelo projeto (Foto: Acervo LEPI)

Os pesquisadores observaram que faltavam planejamento e regularidade nas atividades que envolviam literatura. De acordo com a coordenadora do projeto, Mônica Baptista, para ampliar as possibilidades de construção de sentidos a partir de textos literários, é preciso que o professor leve em consideração um determinado grupo ou uma criança em especial ao escolher as obras com as quais pretende trabalhar. “Também é importante levar em conta a prosódia e as questões que podem ser utilizadas durante e após a leitura”, acrescenta.

Os encontros de formação com as professoras da Umei basearam-se na reflexão sobre as práticas de leitura e foram organizados por temas que englobavam critérios para definir a qualidade de uma obra literária, constituição e organização de acervos e disposição das crianças em ouvir histórias. Por seu caráter inovador, o trabalho foi selecionado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) para integrar a mostra Inova Minas 2016.

This entry was posted in Artigos, matérias e entrevistas and tagged , , . Bookmark the permalink.