Ranking de piores empregos não corresponde a uma regra

Um estudo baseado em vagas anunciadas no site de emprego Adzun.com analisou mais de 2.000 profissões e obteve como resultado uma lista com os 10 melhores e piores empregos no Brasil.

A biblioteconomia aparece na mesma posição que recepcionista, como uma das carreiras menos promissoras do país. No entanto, vale ressaltar que, como qualquer profissão, o êxito depende mais do profissional e das oportunidades conquistadas do que do ambiente externo.

Além disso, a pesquisa limitou-se a alguns critérios, como prazos apertados, baixo potencial de aumento de salário e uma longa e cansativa jornada de trabalho, que nem sempre são aplicados à realidade dos profissionais listados como menos promissores, uma vez que estes critérios muitas vezes são subjetivos.

O Conselho Regional de Biblioteconomia 6º Região (CRB-6) manifesta seu desacordo com esse tipo de pesquisa, dadas as múltiplas realidades encontradas no mercado privado de trabalho e no setor público, e trabalha arduamente para que a profissão de bibliotecário seja conhecida, respeitada e valorizada no País.

This entry was posted in Artigos, matérias e entrevistas and tagged , , . Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Um Comentário

  1. Rose Carvalho
    Posted 13 de julho de 2015 at 12:19 | Permalink

    Eu concordo plenamente, biblioteconomia é uma das piores áreas para se conquistar empregos no país. Estou na luta há anos para conseguir mudar de emprego, pois vivo sendo humilhada na instituição pública onde eu trabalho e tenho me esforçado muito, em vão, para sair de lá de cabeça erguida , conquistando um outro emprego melhor. Olha que tenho estudado há anos, me atualizado, com vários certificados, tenho bons conhecimentos em inglês e mesmo assim nada….essa área é mesmo desanimadora.

Comentar

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*