Tecnologia baiana: Scanner permite leitura para deficientes visuais

Data de publicação: 25/04/2013

Por TI Bahia

20130425103432_secti-scanner-paradeficientes-2Uma inovação que vai melhorar a vida das pessoas com deficiência visual, está é a proposta do SLEP, Scanner Leitor Portátil, um software que permite através de um dispositivo móvel, a leitura em voz alta de textos que não foram passados para o braile.

O software foi desenvolvido pela NN Solutions, empresa instalada na Incubadora do Parque Tecnológico da Bahia, e o programa de leitura para celular melhora a qualidade de vida de deficientes visuais e permite mais independência nas ações cotidianas.

O gerente da empresa, Vitor Teixeira explica o funcionamento do aparelho “O programa desenvolvido captura uma imagem do texto por meio da câmera do celular, reconhece as letras presentes na imagem e em alguns segundos, ler o texto para o usuário por meio de voz sintetizada. Esta solução é ideal para pessoas com alguma deficiência visual”.

O estudante do IFBA de Porto Seguro, Mario Masseli, é portador de deficiência visual, e experimentou o scanner durante visita ao Parque Tecnológico da Bahia “Achei fantástico esse software que capta a imagem de um texto e traduz em voz. A visita ao Parque Tecnológico hoje foi muito importante porque ganhei um grande motivo para seguir em frente. Valeu a pena a viagem até aqui” comemora o jovem que quer seguir carreira na área de tecnologia.

O software tem uma versão demo que qualquer pessoa pode baixar no GooglePlay.

Visita de estudantes do IFBA

A visita de Mario ocorreu junto com os demais colegas do curso de Informática e Computação do IFBA do Campus Porto Seguro. Os alunos conheceram as instalações do Parque Tecnológico, visitaram algumas empresas que atuam no local e através de palestras conheceram mais sobre os projetos e pesquisas em desenvolvimento.

O Parque Tecnológico tem despertado o interesse dos estudantes em conhecer suas instalações e o que está sendo desenvolvido no empreendimento “O Parque Tecnológico está aberto para a aproximação da comunidade, queremos popular este equipamento que é fundamental para o desenvolvimento científico e tecnológico do nosso estado”, enfatizou o secretário Paulo Câmera, titular da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado (Secti), que coordena o parque.

Fonte: TI Bahia

This entry was posted in Artigos, matérias e entrevistas and tagged , . Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Comentar

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*