Três obras da Editora UFMG são indicadas ao Prêmio Jabuti 2012

Data de publicação: 25/09/2012

Por UFMG Notícias

Três obras da Editora UFMG foram selecionadas na primeira fase do Prêmio Jabuti 2012. Literatura e afrodescendência no Brasil, organizado por Eduardo Assis Duarte e Maria Nazareth Soares Fonseca, e Janelas indiscretas, de Eneida Maria de Souza, concorrem na categoria Teoria e Crítica Literária. O livro-catálogo Minas Gerais foi indicado na categoria Projeto Gráfico. A criação é de Gringo Cardia.

Promovido pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), o  Jabuti é o mais tradicional prêmio do livro realizado no Brasil. A edição deste ano contempla 29 categorias em todas as áreas de produção do livro. No dia 18 de outubro, em São Paulo, serão indicadas as três melhores obras em cada categoria.

‘Minas Gerais’
Organizado por Heloisa Starling, Gringo Cardia, Sandra Almeida e Bruno Viveiros Martins, o livro-catálogo reúne artigos de pesquisadores de várias áreas de conhecimento sobre a cultura mineira. Os textos abordam temas como festas populares, revoltas, pré-história, arte, moda, política, literatura, além de estudos de obras de nomes como Guimarães Rosa, Sebastião Salgado, Lygia Clark, Humberto Mauro, Milton Nascimento e Darcy Ribeiro. Cada ensaio apresenta uma programação visual própria e extensa pesquisa iconográfica.

‘Janelas indiscretas: ensaios de crítica biográfica’
O livro articula as relações teórico-ficcionais entre obra e vida em torno de temas comuns, como morte, doença, amor, ódio, suicídio e traição. Uma vez firmado o pacto ficcional, a vida do escritor reverte-se necessariamente em grafia, e a biografia se traduz em literatura. A crítica biográfica se pauta pela liberdade de montar perfis literários dos escritores e de imaginar encontros entre eles, uma forma de elucidar propostas poéticas, questões teóricas e contextuais. Por essa operação criativa, concebe-se tanto a vida quanto a ficção como domínios da representação e do artifício.

‘Literatura e afrodescendência no Brasil: antologia crítica’
Composta de quatro volumes, a obra é fruto de pesquisa realizada em todas as regiões do país com vistas ao mapeamento e estudo da literatura produzida por afrodescendentes desde o período colonial. A antologia envolveu 61 pesquisadores, vinculados a 21 instituições de ensino superior brasileiras e seis estrangeiras. O resultado apresenta a faceta afro da literatura brasileira, contemplando 100 escritores oriundos de épocas e espaços diversos, apresentados a partir de ensaios críticos que contêm dados biográficos, estudo de obra, relação de publicações e de fontes de consulta.

(Com assessoria de imprensa da Editora UFMG)

Fonte: https://www.ufmg.br/online/arquivos/025602.shtml

This entry was posted in Artigos, matérias e entrevistas and tagged , . Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Comentar

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*