Voluntários leem para deficientes visuais na Biblioteca Luiz de Bessa

A voz calma, às vezes pausada, narra o texto enquanto ouvidos atentos registram na memória o que os olhos não podem captar. Todos os dias, na Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa, em Belo Horizonte, dezenas de voluntários leem para deficientes visuais ávidos por aprender. Através dessa troca, são construídos sonhos e conquistas se tornam possíveis.

A oficial judiciária Christiane Maria Moreira, de 35 anos, ouve atenta o que lê a nutricionista Maria Cristina Careli, de 47. Elas brincam com os nomes, que lembram uma dupla sertaneja. E, de fato, ambas compõem uma parceria afinada. Enquanto Christiane se prepara para outro concurso – ela já foi aprovada em cinco –, Cristina aprende a ter um novo olhar sobre a vida. “A convivência, a história de cada um, comove. Eles fazem a gente enxergar muita coisa, por incrível que pareça”.

Com muita boa vontade, voluntários ajudam deficientes visuais a se prepararem para concursos públicos

Com muita boa vontade, voluntários ajudam deficientes visuais a se prepararem para concursos públicos

O que Cristina consegue enxergar através de Christiane é a leveza para encarar a vida, mesmo com todas as adversidades. Bem humorada, ela conta que é portadora de uma doença congênita, a retinose pigmentar. Quando menina, possuía cerca de 20% da visão, mas sempre soube que mesmo essas imagens turvas iriam desaparecer com o tempo.

Aos 15 anos, perdeu completamente a visão. Por este motivo, praticamente todo o seu aprendizado foi guiado por leitores voluntários. Ela se formou em Biblioteconomia, fez especialização em Administração Pública e, em 2005, passou num concurso do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, onde trabalha até hoje. Mas continua estudando, uma vez que sua meta é atingir cargos mais elevados.

Clique aqui e confira outras histórias!

50 anos

Em 2015, o Setor Braile da Biblioteca Luiz de Bessa comemora 50 anos, assim como a regulamentação da profissão de bibliotecário. Na próxima edição da nossa revista, a CRB-6 Informa, que já está quase pronta, você confere uma matéria especial sobre esse cinquentenário. Aguarde!

This entry was posted in Artigos, matérias e entrevistas and tagged , , , , , . Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Um Comentário

  1. Júlio César Amorim
    Posted 13 de junho de 2017 at 13:45 | Permalink

    Gostaria de ajudar nesse projeto. Como posso inscrever para ser um voluntários, para ler, para os deficientes visuais na Biblioteca Luiz de Bessa

Comentar

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*