Boletim Semanal – 11/10/2018

Programação 2018 do Conselho Regional de Biblioteconomia

Presidenta da autarquia, Dr. Marília Paiva, está presente no circuito de visitas a cidades do interior de Minas Gerais e do Espírito Santo

Com o objetivo de interiorizar a presença do Conselho Regional de Biblioteconomia – 6ª Região, a 18ª gestão da autarquia programou uma série de visitas a cidades do interior de Minas Gerais e do Espírito Santo durante este ano. Os municípios participantes recebem atividades de atendimento administrativo exclusivo, que em sua maioria, contam com a presença da presidenta Dr. Marília Paiva, para uma roda de conversa com os bibliotecários das regiões.


Presidenta do Conselho, Dr. Marília Paiva participa de evento em Governador Valadares (Foto: Acervo Pessoal)

O tema geral das reuniões é voltado para a apresentação de funções, público-alvo de atuação e procedimentos do CRB-6, com detalhamento sobre o processo de fiscalização, que é sua principal missão e objetivo. Dentre os assuntos discutidos, se destaca também as diferenças de atuações entre o Conselho, o Sindicato que atende a categoria e a Associação Profissional de Bibliotecários. É importante sempre ressaltar as responsabilidades de cada setor, para que não haja nenhum desconforto entre as partes citadas.

Durante os meses de agosto e setembro, Marília Paiva esteve presente nas cidades de Governador Valadares, Poços de Caldas e Juiz de Fora, nas regiões do Vale do Rio Doce, Sul e Zona da Mata Mineira, respectivamente. Já no estado capixaba, a gestora visitou Vila Velha, que fica na Grande Vitória.


Dr. Marília durante visita a cidade de Poços de Caldas (Foto: Acervo Pessoal)

Para a sequência de 2018, no mês de outubro a presidenta tem presença confirmada em Lavras, também no Sul de Minas, no dia 17. No decorrer do evento, ocorrerá a emissão da nova Cédula de Identidade do Bibliotecário, conforme modelo criado pelo Conselho Federal de Biblioteconomia (CFB). As solicitações deverão ser feitas presencialmente na sede do CRB-6 (segunda à sexta-feira – 8h às 17h) ou em atendimentos administrativos que estão programados em Minas Gerais.


Reunião em Vila Velha, no Espírito Santo (Foto: Acervo Pessoal)


Quem é e o Que Faz o Bibliotecário Clínico?

O Bibliotecário Clínico é uma função que cresce no mercado de trabalho com atuação focada em hospitais. Conversamos com a experiente Bibliotecária Clínica Amanda Damasceno para entender melhor quais são as atividades desse profissional.


Biblioteca do Centro de Estudos do Hospital Felício Rocho (Foto: Banco de imagens do Hospital Felício Rocho)

O conceito de Bibliotecário Clínico começou a ser difundido nos Estados Unidos, nos Anos 70, como uma referência ao profissional responsável por recuperar e acessar dados relacionados à medicina, provendo informações necessárias a médicos e enfermeiros.

Atualmente, o profissional atua em hospitais no suporte, organização, recuperação e disponibilização de fatores ligados à saúde, avaliação de tecnologias e revisão sistemática como subsídio para o melhor cuidado da equipe clínica junto aos pacientes.

O Bibliotecário deve manter um ótimo relacionamento interpessoal com médicos, enfermeiros e outros profissionais, sendo dinâmico, ágil e entender sobre os assuntos relacionados às ciências da saúde. O profissional pode atuar em qualquer rede hospitalar, desde que seja formado em Biblioteconomia.

Amanda Damasceno de Souza, Bibliotecária Clínica do Hospital Felício Rocho (CRB-6/24273), afirma que a graduação ainda é muito generalista. Há algumas iniciativas de disciplina optativas, como no caso da Escola de Ciência da informação. “A área de informação da saúde é um campo promissor, mas o fato dos cursos não capacitarem os estudantes para atuações específicas, limita o campo de atuação e o fortalecimento da presença do profissional nessas áreas especializadas”, avalia a Conselheira Efetiva e Membro da Comissão de Tomada de Contas do CRB-6.

 


Biblioteca Pública Arrecada mais de 150 Livros em Campanha para Incentivar Leitura e Cultura

A Biblioteca Pública “Professora Mariana Roque Pires”, na cidade mineira de Coronel Fabriciano, promoveu uma campanha de arrecadação de livros para ampliar o acervo, recolhendo mais de 150 obras que já estão nas estantes. Os organizadores informaram que a ação visa estimular a leitura e também a cultura nessa cidade no Vale do Aço com mais de 109 mil habitantes.


Espaço interno da Biblioteca Pública de Coronel Fabriciano (Foto: Divulgação/PMCF)

A Biblioteca Pública foi inaugurada em 2017 e se tornou a nova sede municipal do acervo literário, contando com estacionamento, bicicletário e área interna ampla. O nome da biblioteca é uma homenagem à primeira professora do município, Mariana Roque Pires, mantendo 25 mil exemplares de literatura nacional e internacional, entre romance, ficção, poesias, biografias, infantil, juvenil e gibis. O funcionamento é de segunda a sexta-feira, de 7h às 18h, na rua Dr. Querubino, número 342, Centro de Coronel Fabriciano.

Os leitores interessados em empréstimo de livros devem ser moradores da cidade e precisam levar uma foto 3×4, documento de identidade e comprovante de endereço. Os menores de idade devem ir com os mesmos documentos e acompanhados de um responsável com RG. Cada pessoa pode pegar até dois livros pelo prazo máximo de uma semana, sendo possível renovar, exceto quando existir uma reserva.


NOTAS

Bienal do Livro – Santo Agostinho

O Colégio Santo Agostinho promoveu a Bienal do Livro 2018 “As muitas MINAS e os diversos GERAIS”, reunindo estudantes e profissionais do meio cultural, de 27 a 31 de agosto, na região Centro-Sul de Belo Horizonte. A programação incluiu palestras, exposições, feiras, espetáculos musicais e teatrais com intervenções artísticas. Para a Bibliotecária Belkiss Regina Del Rio (MG-002042/O), uma das organizadoras do movimento no colégio, o evento proporcionou um grande compartilhamento de experiências e ideias culturais sobre Minas Gerais aos participantes.


Exposição Jardim de Versos

Termina no dia 31 de outubro a exposição “Jardim de Versos”, promovida pelo Setor Infanto-juvenil da Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais – BIJU. Com destaque para os livros de poesia disponíveis em seu acervo, a mostra de livros é um convite à leitura de delicados poemas para encantar a alma. As visitas podem ser feitas de segunda a sexta-feira, entre 8h e 18h, na Praça da Liberdade, número 21, no bairro Funcionários, na região Centro-Sul de Belo Horizonte. A entrada é gratuita.


Aniversariantes do mês – Artistas/Ícones culturais

O mês de outubro é de celebração para grandes artistas que deixaram marcados seus nomes na história da cultura mundial. No dia 20 de outubro, é comemorado o aniversário do poeta francês Jean-Arthur Rimbaud. Cinco dias depois, o escultor espanhol Pablo Picasso, um dos maiores expoentes da Arte Moderna, dono de pinturas, poemas e de peças dramatúrgicas, é lembrado pelo seu enorme legado deixado para várias gerações.


Caio Fernando Abreu – Homenagem do Google

No último dia 12 de setembro, o Google celebrou o que seria o 70º aniversário do escritor brasileiro Caio Fernando Abreu, em sua página de pesquisas. Nascido em 1948 e falecido em 1996, ele foi um dos grandes expoentes de sua geração com uma escrita em um estilo econômico e bem pessoal, sempre abordando temas relacionados a sexo, medo, morte e solidão. O autor apresentava em suas obras uma visão dramática do mundo moderno, sendo considerado um “fotógrafo da fragmentação contemporânea”.

 

This entry was posted in Boletim Eletrônico CRB-6. Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: URL pra trackback.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*