Abaixo-assinado está no ar

Documento foi criado pelo Movimento dos Bibliotecários Mineiros e todos os cidadãos estão convidados a aderir

O Governo do Estado de Minas Gerais divulgou processo de designação para professores de ensino de uso da biblioteca (PEUB) que prevê o preenchimento do cargo de bibliotecário por profissionais de pedagogia. Para reivindicar a presença do profissional especializado nas bibliotecas do Estado, o Movimento dos Bibliotecários Mineiros (MBM) criou um abaixo-assinado para que a população se manifeste sobre o assunto. Para os interessados em aderir à causa, basta clicar aqui.

Para o MBM, a reivindicação é legítima, uma vez que é dever do poder público cumprir a legislação que regulamenta a profissão (Leis 4.084/62 e 9.674/98, Decreto 56.725/65 e Resolução CFB nº 033/2001 e instrumentalizar de forma adequada as bibliotecas que estão geridas por profissionais sem a devida qualificação sob sua responsabilidade.

Situação das bibliotecas escolares estaduais

Em 6 de fevereiro, os representantes do Conselho Regional de Biblioteconomia da 6ª Região (CRB-6) se reuniram em sessão plenária de julgamento de processos administrativos fiscalizatórios, em função de irregularidades constatadas nas bibliotecas de quatro escolas da rede pública estadual de Minas Gerais. O CRB-6 optou pela aplicação de multa ao Governo de Minas pela falta de bibliotecários habilitados nas bibliotecas de suas escolas.

Para saber mais sobre o estado das bibliotecas escolares estaduais, leia um artigo publicado  pela revista CRB-6 Informa, de autoria do bibliotecário fiscal do CRB-6, Lúcio Tannure (CRB-6/2266).

Browse the Boletim archive. Bookmark the permalink. Trackbacks are closed, but you can post a comment.

2 Comentários

  1. Thienne Rissatto
    Posted 13 de abril de 2017 at 17:36 | Permalink

    Cada profissional no seu quadrado.
    Nada ver ter pedagogo sendo bibliotecários.

  2. Elisângela Coelho de
    Posted 26 de maio de 2017 at 23:56 | Permalink

    Imagina você se apaixonar por uma profissão tão nobre como a de um bibliotecário/ biblioteconomista. estudar anos e vê as suas chances de trabalho diminuírem. Para que isso não ocorra, é preciso garantir o direito dos bibliotecários/biblioteconomista, e evitar que sejam subtituidos por profissionais não qualificados, de outras áreas.

Comentar

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*