Ações premiadas

Bibliotecas mineiras são reconhecidas pelos trabalhos desenvolvidos

O papel da biblioteca vai muito além de um espaço para armazenamento e empréstimo de livros. Elas fazem parte de uma comunidade e, como tal, devem contribuir para o crescimento e inclusão das pessoas ao redor. Duas instituições mineiras receberam prêmios justamente por desenvolver ações que permitem estabelecer uma conexão significativa e duradoura com comunidades vizinhas.

Prêmio oferecido pelo Instituto Pró-Livro à biblioteca de Juiz de Fora (Foto: Cristiano Fernandes | Arquivo pessoal)

A primeira premiação foi concedida à Biblioteca Pública Municipal Padre Agenor de Assis Alves Pinto, de Lagoa Santa/MG. O projeto “O essencial é invisível aos olhos: a literatura infantil para crianças com deficiência visual” foi um dos vencedores na categoria Cidadania do 24º Prêmio IAB-MG, promovido pelo Instituto de Arquitetos do Brasil em Minas Gerais.

A iniciativa – que já havia conquistado o 1º lugar na categoria “Os Melhores Programas de Incentivo à Leitura Junto a Crianças e Jovens de todo o Brasil”, durante a 22ª edição do Concurso da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) – busca incluir crianças com qualquer grau de deficiência visual por meio de atividades como empréstimo de livros acessíveis, rodas de leitura e audiolivros.

Outro projeto premiado foi o “Leitura e mediadores em ação”, da Biblioteca Regional Delfina Fonseca Lima, em Juiz de Fora/MG, considerado um dos três melhores de todo o Brasil na categoria “Biblioteca” pelo Prêmio Instituto Pró-Livro – Retratos da Leitura. A iniciativa integra uma série de ações que apresentam o espaço aos moradores.

Dentre os trabalhos desenvolvidos estão a criação de um grupo para contação de histórias, a manutenção de um espaço infanto-juvenil dentro da biblioteca e a melhoria do acervo, de forma a criar uma identificação da população com o lugar.

Outra biblioteca da cidade também ficou bem classificada na premiação. Com o projeto “Escola de Escritores”, a Biblioteca Municipal Murilo Mendes ficou entre os dez finalistas e recebeu o selo de qualidade do Instituto Pró-Livro.

 

Browse the Boletim archive. Bookmark the permalink. Trackbacks are closed, but you can post a comment.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*