Bibliotecária da UFMG recebe prêmio nacional

A pesquisadora Gracielle Mendonça (CRB-6/2338), estudante de doutorado da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), recebeu o prêmio de melhor dissertação no XVI Encontro Nacional de Pesquisa em Pós-Graduação em Ciência da Informação (ENANCIB), em João Pessoa (PB).

 Beatriz Valadares Cendón, professora que orientou o projeto, e Gracielle Mendonça, no evento da ENANCIB (Foto: Divulgação)

Beatriz Valadares Cendón, professora que orientou o projeto, e Gracielle Mendonça, no evento da ENANCIB (Foto: Divulgação)

O título da dissertação é “Um estudo sobre a interação dos usuários com a interface e o sistema de busca do Portal de Periódicos da CAPES”. Em sua pesquisa, Gracielle investigou as atividades de interação, busca e recuperação de informações no Portal da CAPES, órgão do Ministério da Educação que oferece acesso on-line à produção científica.

Segundo pesquisadora, a dissertação teve como objetivo estudar, em profundidade, a relação entre usuários de diversos níveis escolares, sociais e econômicos e o sistema de pesquisa, para entender as dificuldades de se usar os protocolos de informação de forma independente. “Nós integramos três áreas de estudo: a interação humano-computador, o comportamento de busca de informação e a recuperação da informação. Com isso, procuramos elaborar uma metodologia que possibilitasse a geração de sistemas mais interativos”, afirma.

Gracielle cursa, agora, doutorado em Ciência da Informação, e diz cogitar se vai continuar com o mesmo tema. “Estou ainda na fase das aulas, no início da pós-graduação. A minha proposta inicial é continuar estudando esse processo de recuperação da informação interativa, mas ainda terei tempo para pensar sobre a tese”, conta.

Pesquisa de doutorado sobre Arquitetura da Informação Pervasiva ganha prêmio nacional

Também no ENANCIB, o projeto de doutorado do professor Henry Pôncio Cruz de Oliveira, sobre Arquitetura da Informação Pervasiva, conquistou o prêmio de melhor tese do país. A dissertação é a primeira contribuição que introduz a temática na pesquisa científica nacional.

De acordo com o site “Portal do Bibliotecário”, a Arquitetura da Informação Pervasiva é uma abordagem teórico-prática que trata da pesquisa científica e do projeto de ecologias informacionais complexas. Ela busca manter o senso de localização do usuário, bem como o uso de espaços, ambientes e tecnologias de forma convergente e consistente.

Atualmente, Henry leciona no curso de Ciência da Informação da Universidade Federal da Paraíba.

Browse the Boletim archive. Bookmark the permalink. Trackbacks are closed, but you can post a comment.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*