Conheça a Biblioteca Pública de Cariacica (ES)

Cariacica é uma cidade que fica há apenas 15,8km da capital, Vitória (ES). Com uma população de quase 350 mil habitantes, o município inaugurou, em 11 de agosto de 2005, a Biblioteca Pública Municipal Madeira de Freitas. Porém, em 2007, ela foi desativada.

Apenas agora, em 11 de agosto deste ano, o espaço, com 200 m², foi reaberto, com direito a um evento ao som do grupo cariaciquense “João Vinicius e Banda” e a presença do o Governador do Estado do Espírito Santo, Paulo César Hartung Gomes; do Secretário Municipal de Cultura, Carlos Délio da Silva Ferreira; do Presidente da Câmara Municipal de Cariacica, Cesar Lucas; da diretora do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas do Espírito Santo, Rita Maia e do deputado estadual Marcos Bruno. A cobertura da reabertura pode ser conferida no site Prefeitura Municipal de Cariacica.


NOTA 1.1 - IMG_1821-copiar (Small)

A diretora do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas do Espírito Santo, Rita Maia, com o Governador do Estado do Espírito Santo, Paulo César Hartung Gomes e o Prefeito de Cariacica, Geraldo Luzia de Oliveira Júnior durante a reabertura da Biblioteca Pública Municipal Madeira de Freitas. (Foto: Prefeitura Municipal de Cariacica)

Quem assumiu o cargo de bibliotecária foi Marcelle Coelho Queiroz (CRB-6/ES 621), após prestar concurso público aberto pela prefeitura da cidade para contratação de 60 bibliotecários. Ela assumiu no final de 2012 e, desde então, busca formas de reorganizar todo o espaço e acervo, que conta com cerca de oito mil itens entre livros, CDs e DVDs.

Marcelle Coelho QueirozMarcelle Coelho Queiroz, bibliotecária responsável

Caminhos alternativos

O trabalho realizado por Marcelle deixa claro que o amor pela profissão faz toda a diferença. “Logo que assumi fiz um diagnóstico de tudo que a biblioteca precisava. Solicitei verba à prefeitura e busquei, também, formas alternativas, como a participação no edital do Projeto CDI Bibliotecas, para recebermos dez computadores”, conta.

O projeto é uma iniciativa do Comitê para a Democratização da Informática (CDI) com o patrocínio da The Bill & Melinda Gates Foundation, que visa ajudar líderes e profissionais da biblioteca pública a integrar ideias e serviços inovadores nesses espaços em resposta à evolução das necessidades de suas comunidades.

A iniciativa foi bem sucedida e a Biblioteca Pública Municipal Madeira de Freitas foi uma das duas selecionadas no Espírito Santo, entre 50 contempladas em todo o Brasil.

NOTA 1.3 - Projeto CDI Bilbiotecas

Os objetivos do projeto são:

  • Fomentar a criação de um ambiente de inovação nas bibliotecas que seja referência para ampliar o acesso à leitura e ao conhecimento.
  • Contribuir na formação dos bibliotecários e profissionais que atuam na biblioteca para maior integração de tecnologia em suas atividades.
  • Cocriar com os bibliotecários novas práticas onde o uso da tecnologia estimule o acesso à informação para melhoria na qualidade de vida da comunidade.
  • Estimular a liderança nos bibliotecários para aprimorar o engajamento da comunidade em atividades de incentivo ao aprendizado, acesso à informação e à leitura.
  • Colaborar para ampliar a relevância das bibliotecas em suas comunidades, gerando histórias de sucesso e garantindo a continuidade e ampliação do projeto.

Os dez computadores devem ser entregues no mês de setembro, tornando uma realidade o telecentro. A biblioteca está se estruturando para oferecer, também, uma sala multiuso, com doze cadeiras, prancheta e tevê. “Neste espaço poderá acontecer palestras, minicursos, reuniões, sendo também um local para estudos”, explica Marcelle.  Hoje ela já conta com uma recepção geral, banheiros acessíveis, sala de leitura, sala de processamento técnico e espaço infantil.

NOTA 1.4 - bilbioteca 5 (Small)

Espaço Infantil

Projetos

Além dos cursos que serão oferecidos pelo CDI, Marcelle planeja realizar uma série de outros eventos na biblioteca. Já para outubro a bibliotecária pretende realizar eventos no Mês da Criança. Entre as atividades está a contação de histórias.

Além disso, a bibliotecária deseja promover o lançamento de livros de autores locais, lançamento da página da biblioteca no site da prefeitura, lançamento de página no Facebook e um Blog.  Outra ideia é envolver a comunidade em um concurso para a criação de uma logomarca para a biblioteca.

NOTA 1.5 - bilbioteca 1 (Small)

Fachada da Biblioteca Pública Municipal Madeira de Freitas

Sobre todos estes projetos, Marcelle conclui dizendo que “Cariacica ficou cerca de oito anos com a biblioteca fechada. Nosso desejo com sua reabertura é que ela não seja um depósito de livros e sim um espaço de encontro, cultura e lazer. Um lugar cheio de vida e conhecimento pra ser compartilhado”.

Serviço

Biblioteca Pública Municipal Madeira de Freitas, de Cariacica
Rua Vale do Rio Doce, 34, Campo Grande – Cariacica (ES)
Telefone: (27)3386-3376
Horário de funcionamento: De segunda a sexta-feira, de 8h às 17h

Browse the Boletim archive. Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

4 Comentários

  1. Kellen Santos Silva
    Posted 25 de agosto de 2015 at 10:05 | Permalink

    Fico imensamente feliz por esta conquista. A cidade de Cariacica merece…

    Parabéns Cariacica!!!
    Parabéns Bibliotecária Marcelle!!!

  2. Viviane Alvarenga
    Posted 26 de agosto de 2015 at 18:26 | Permalink

    Como moradora de Cariacica e como bibliotecária, fico muito feliz com esta notícia!
    Parabéns Marcelle pelo excelente trabalho!

  3. Carla Erler Mattos B
    Posted 28 de agosto de 2015 at 15:35 | Permalink

    Enquanto professora do Curso de Biblioteconomia da UFES e vizinha da biblioteca, estou muito feliz por esse acontecimento. Já fui conhecer o espaço e pretendo frequentá-lo com a minha filha.
    Parabéns Marcelle e toda equipe da biblioteca.

  4. Posted 29 de agosto de 2015 at 13:44 | Permalink

    Parabéns pela inauguração da Biblioteca Municipal de Cariacica, que seja um espaço para o Acesso ao Conhecimento, a Informação, a Cultura para toda a população do Município de Cariacica, do Estado do Espírito Santo e do Brasil. Uma correção na Matéria sobre o concurso eram 10 vagas para Bibliotecário depois houve um aumento para 60, foi também um marco , pois geralmente as vagas são apenas 01 ou 2 , o registro pode ser conferida no edital do concurso e nos jornais da época
    Atenciosamente
    Rogéria Santos Nascimento
    Bibliotecária e Arquivista

Comentar

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*