CRB-6 discute avanços sobre biblioteca escolar na rádio Inconfidência

O Conselho Regional de Biblioteconomia 6º Região (CRB-6) conseguiu mais uma vez promover a discussão na mídia sobre a importância da presença de bibliotecas em instituições públicas e privadas, atendendo a lei 12.244/2010, que determina que todas as escolas devem ter espaço de leitura e pesquisa até 2020.

Dessa vez, a rádio Inconfidência debateu o tema por meio de uma entrevista com o presidente do CRB-6, Antônio Afonso Pereira Júnior (CRB-6/2637). O enfoque foi a pesquisa feita no ano passado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Ela afirma que, somente em Minas Gerais, aproximadamente 7 mil das 17 mil instituições de ensino públicas e privadas ainda não possuem biblioteca.

“Termos este espaço nos veículos de comunicação é importante, porque nos dá a oportunidade de discutir um tema tão importante que é o acesso ao conhecimento como forma de contribuir para uma sociedade mais instruída, do ponto de vista educacional.”

Antônio afirmou que a ausência de vontade política é um dos principais fatores para essa realidade. “É lamentável essa situação. Estamos observando uma quantia enorme sendo destinada para empreendimentos da Copa, enquanto os investimentos em educação, que é um bem essencial para o desenvolvimento humano, ainda ficam em segundo plano.”

A entrevista foi concedida ao programa Revista da Tarde, cujo conteúdo aborda temas inerentes à utilidade pública, educação, cultura, lazer, entretenimento, entre outros. A entrevista pode ser ouvida no seguinte link:

http://www.inconfidencia.com.br/modules/debaser/singlefile.php?id=6825

Browse the Boletim archive. Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Comentar

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

*
*

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>