Empresa de software para bibliotecas é destaque na TV Globo

Programa para bibliotecas promove o acesso à leitura

O cenário de crise não se apresenta como um obstáculo ao crescimento do setor de tecnologia da informação, da mesma forma como a informatização e o ambiente virtual não se mostram como concorrentes dos acervos físicos de obras impressas. Na verdade, o mercado mostrou que ambos são aliados. Foi o que mostrou a Prima, empresas de softwares voltada para desenvolvimento de soluções para as áreas de Administração e Biblioteconomia, que foi destaque no Jornal Hoje, da TV Globo. Na reportagem, a organização prova como a demanda pelo acesso facilitado e mais ágil ao conhecimento está em ascensão e que, por isso, apesar da crise econômica, está entre os empreendimentos que crescem continuamente no país, oferecendo uma linha de programas que é utilizada por 2.500 clientes.

O diretor da empresa, Eduardo Voigt, conta que a carteira de clientes, que inclui a Academia Brasileira de Letras e a Biblioteca Nacional, oferece essa estabilidade à empresa, que pode continuar investindo em novos produtos e contratações. “Na Prima, empresa desenvolvedora da família de softwares SophiA, trabalhamos com um planejamento estratégico que foi mantido, mesmo com o cenário adverso que estava por vir. Não seguramos os investimentos e aumentamos a equipe em 20% em 2015, lançamos o software para biblioteca escolar e, este ano, um novo programa de educação infantil”, completa.

A empresa oferece soluções tecnológicas para o gerenciamento de instituições de ensino, escolas de cursos livres, bibliotecas e acervos não-bibliográficos. O SophiA apresenta programas específicos para informatizar instituições de ensino, seja ela da educação básica ou do nível superior, que controlam o setor acadêmico e administrativo. Já para as escolas de cursos livres, o software facilita o atendimento ao cliente, eliminando a parte burocrática nos procedimentos administrativos.

SOPHIA

Para as bibliotecas, o SophiA auxilia na documentação do acervo, que beneficia e facilita o acesso à informação e à cultura. Aliada às tecnologias da informação, a biblioteca consegue organizar os serviços prestados e, por meio da gestão automatizada, valorizar o trabalho do bibliotecário.

A bibliotecária responsável pelo software SophiA Biblioteca, Liliana Giusti Serra (CRB-8/5695), diz que uma das soluções para os profissionais da Biblioteconomia superarem a crise é explorar o uso de recursos tecnológicos disponíveis para dar continuidade às suas atividades. “Ferramentas podem ser empregadas para otimizar o tempo de execução de tarefas como circulações, processamento técnico, importação de registros bibliográficos, uso de conteúdo digital, etc., dando suporte para o desenvolvimento das rotinas da biblioteca e, inclusive, promovendo novas ações e serviços”, explica. Liliana afirma, ainda, que essas soluções e integração do setor com novas tecnologias contribuem para reforçar sua importância, aprimorando a qualidade na prestação de serviços de informação e consolidando sua presença na sociedade.

Saiba mais sobre o SophiA aqui.

Browse the Boletim archive. Bookmark the permalink. Trackbacks are closed, but you can post a comment.

Um Comentário

  1. Fernando Dias
    Posted 6 de junho de 2016 at 17:18 | Permalink

    Que ótimo pessoas especializadas em informática aplicada à Biblioteconomia. No passado, desenvolviamos sistemas próprios com os analistas e era difícil…

Comentar

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*