O universo bibliográfico da música

Bibliotecária mineira recebe prêmio de melhor tese em Ciência da Informação

Após 30 anos de trabalhos dedicados à Escola de Música da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a bibliotecária Kátia Lúcia Pacheco (CRB-6/1709) recebeu o prêmio de melhor tese defendida na área de Ciência da Informação no Brasil em 2017, concedido pela Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciência da Informação (Ancib). A notícia é do portal de Sistema de Bibliotecas da UFMG.

Kátia Pacheco teve sua tese premiada como a melhor do Brasil, na área de Ciência da Informação (Foto: Reprodução/UFMG)

Kátia foi presidente da 15º Gestão do Conselho Regional de Biblioteconomia 6ª Região (CRB-6) e atualmente é diretora do Conselho Federal de Biblioteconomia (CFB). A tese premiada foi defendida em maio de 2016 e tem como título “Obra e instanciações na organização da informação musical: estudo da adequação do modelo conceitual FRBR”. O conteúdo busca fornecer subsídios ao aprimoramento da representação bibliográfica dos documentos musicais em sistemas de recuperação da informação. Para tanto, o estudo foi baseado no modelo conceitual Functional Requirements for Bibliographic Records (FRBR) e na contribuição do discurso da Filosofia da Música sobre a conceituação de ‘obra’.

A presidente do CRB-6, Mariza Martins (CRB-6/1637), comentou sobre a premiação: “Ter uma tese reconhecida de tal maneira é uma certeza que a produção acadêmica é fruto do aprimoramento dos serviços realizados pelos profissionais. Os conselheiros do CRB-6 parabenizam Kátia Pacheco!”

Browse the Boletim archive. Bookmark the permalink. Trackbacks are closed, but you can post a comment.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*