Biblioteconomia a distância

Possibilidade de formação abre portas para novos profissionais

Quem reside em Minas Gerais ou no Espírito Santo possui três opções de cursos presenciais de Biblioteconomia: os oferecidos pelas universidades federais de Minas Gerais (UFMG) e do Espírito Santo (Ufes) e pelo Centro Universitário de Formiga (UNIFOR-MG). Para quem não mora nessas capitais ou no município do interior mineiro ou ainda não pode arcar com os custos de uma eventual mudança, os cursos a distância são uma opção viável.

(Foto: Klimkin | Creative Commons)

Segundo o Ministério da Educação (MEC), existem três cursos superiores de Biblioteconomia na modalidade a distância que possuem polos nos dois estados em que o Conselho Regional de Biblioteconomia 6ª Região (CRB-6) atua.

Na Universidade Salgado de Oliveira (Universo), o curso tem como objetivo formar profissionais capazes de atuar junto a instituições e serviços que demandem intervenções de natureza e alcance variados, como bibliotecas, centros de documentação e órgãos de gestão do patrimônio cultural. Há polos instalados em Cachoeiro de Itapemirim (ES) e nas cidades mineiras de Belo Horizonte, Juiz de Fora, Pompéu, Três Marias e Uberlândia. A graduação tem duração de quatro anos – são ao todo 2.655 horas de aula. O investimento é de R$ 275,00 mensais e as inscrições para as turmas que iniciarão o curso em 2018 já estão abertas.

Outro que também oferece a graduação a distância em Biblioteconomia é o Centro Universitário Claretiano. O curso pretende desenvolver habilidades em gestão da informação, fundamentos da educação, pesquisa e automação e informatização para formar profissionais cada vez mais capacitados A duração é de três anos e a mensalidade varia de acordo com a cidade polo em que serão realizados os estudos. No Espírito Santo, as cidades são Vitória e Linhares. Já em Minas Gerais são Belo Horizonte, Diamantina, Governador Valadares, Ipatinga, Passos, Poços de Caldas, Pouso Alegre, Uberaba e Uberlândia. As inscrições para o próximo período letivo também estão abertas.

A terceira instituição é a Sociedade Educacional Leonardo da Vinci, com polos em Domingos Martins, Fundão, Linhares e Serra, no Espírito Santo; e Araçuaí, Belo Horizonte, Berilo, Curvelo, Ipatinga, Janaúba, Januária, Minas Novas, Montes Claros, Nova Serrana, Paracatu, Patrocínio, Salinas e Sete Lagoas, em Minas. O curso é realizado em três anos e meio, com carga horária de 400 horas. Para mais informações, consulte o edital do vestibular 2018.

A presidente do CRB-6, Mariza Coelho (CRB-6/1637), afirma que o Conselho apoia e acompanha de perto todas essas iniciativas. “Os cursos a distância são essenciais para garantir que haja bibliotecários em todas as cidades. Muitas vezes, existem vagas disponíveis, mas não há profissionais na região. Com esses cursos, os alunos podem fazer as disciplinas no seu próprio município ou na sua região e, depois de formados, continuar por lá.”

Ou seja, se você conhece alguém que deseja ingressar na profissão, apresente essa possibilidade de formação. Tão válida quanto a presencial, é uma forma de começar uma nova carreira sem precisar sair de casa.

Ensino a distância em pauta

Na revista CRB-6 Informa de 2014, fizemos uma matéria especial sobre os mitos e verdades sobre essa modalidade de estudo. Veja o texto na íntegra aqui.

This entry was posted in Cursos and tagged , , , , . Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: URL pra trackback.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*