Cinco livros para ler em 2020

(Crédito: pixabay)

O ano novo está apenas começando e é o melhor momento para você planejar, definir metas e colocar planos em prática. Os livros são uma boa maneira de aproveitar essa tranquilidade inicial e o descanso das férias.

Se sua resolução para o novo ano é mergulhar no universo dos livros e da literatura, selecionamos alguns livros sobre os mais diversos temas para você.

A intérprete – Annette Hess

Lançada em 2019, a obra de estreia da escritora Annette Hess tem como pano de fundo a Segunda Guerra Mundial e os julgamentos de Auschwitz, quando uma jovem se dispõe a enfrentar sua família e a sociedade para expor as verdades mais sombrias de sua nação. Ao longo da trama, a protagonista é convidada para atuar como intérprete nos julgamentos do campo de concentração de Auschwitz, decidida a condenar os nazistas.

Os testamentos – Margaret Atwood

A obra  é continuação da célebre saga de ‘O Conto da Aia’, lançada em 2019 com o relato de três mulheres que viveram a época de Gillead: Agnes, Daisy e Tia Lídia. A história mostra diferentes pontos de vista de mulheres da mesma sociedade opressora com suas lutas por liberdade.

Pequeno manual antirracista – Djamila Ribeiro

A filósofa e ativista Djamila Ribeiro aborda temas como atualidade do racismo, negritude, branquitude, violência racial, cultura desejos e afetos neste pequeno manual com onze capítulos curtos. Ela apresenta aspectos para reflexão sobre discriminações racistas estruturais.

O instituto – Stephen King

Em ‘O instituto’ acompanhamos a história de Luke, um garoto de doze anos que é sequestrado e levado para um lugar estranho, rodeado de crianças assustadas. Nesse lugar ele acaba conhecendo Kalisha, que apresenta a situação: Luke está no Instituto, um local que faz testes e torturas com crianças. Tudo o que Luke sabe é que ele não tem saída. A obra reúne o melhor de Stephen King: terror, suspense, mistério e personagens extremamente reais.

A vida invisível de Eurídice Gusmão – Martha Batalha

A obra de estreia da autora Martha Batalha conta a vida da dona de casa Eurídice e de sua irmã Guida Gusmão, no Rio de Janeiro dos Anos 50, quando as mulheres eram apenas donas de casa.

Leitura deliciosa e importante virou filme indicado ao Oscar 2020.

This entry was posted in Livros and tagged , , , , , , , . Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: URL pra trackback.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*