No dia 19 de agosto, em Belo Horizonte, será inaugurado o Museu da História da Inquisição no Brasil

Neste mês, em Belo Horizonte, será inaugurado o Museu da História da Inquisição no Brasil, o primeiro do gênero no Brasil. A iniciativa é da Associação Brasileira dos Descendentes de Judeus da Inquisição (ABRADJIN), fundada em 9 de agosto de 200, que consiste em uma entidade privada com perfil cultural e educativo e possui sede no Bairro Ouro Preto e até então atuava por meio de um Centro de Cultura e Memória.

O Museu mostra a história da Inquisição através de painéis, gravuras e pinturas de artistas, exposição de documentos e livros antigos do século XVI, objetos e até mesmo por meio de réplicas de alguns equipamentos de tortura em tamanho real como o polé, o pôtro, o garrote e outros. Portanto, a instituição engloba aspectos históricos, culturais, educativos, artísticos, além de contribuir para a inclusão social, combatendo a intolerância religiosa.

A inauguração do Museu será no dia 19 de agosto às 15 horas, no Auditório da Reitoria da UFMG e a partir das 17 horas haverá a visita ao museu, e em seguida será servido um coquetel no local. No entanto, para participar da inauguração as pessoas interessadas devem confirmar a presença até o dia 14 de agosto por meio do e-mail abradjin@anussim.org.br ou pelo telefone 031-2512.5194.

O Museu estará aberto ao público a partir do dia 25 de agosto, principalmente para professores de história e alunos. Ele funcionará diariamente das 9 ás 17 horas, inclusive aos domingos. Os ingressos custam R$ 4,00 (meia).

Mais informações sobre o Museu da História da Inquisição no Brasil você encontro no site da Associação Brasileira dos Descendentes de Judeus da Inquisição (ABRADJIN).

This entry was posted in Eventos. Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: URL pra trackback.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*