População pode dar sugestões para o Plano Estadual do Livro de Minas Gerais

Consulta pública do Fórum Semeando Letras vai até o dia 13 de outubro, no Portal da Assembleia

Além da série de encontros regionais em andamento no Estado, agora é a vez de a população dar sugestões para melhorar as bibliotecas e estimular o gosto pela leitura. Foi lançada na última segunda-feira (18/9/17) a consulta pública on-line do Fórum Técnico Semeando Letras – Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas, que estará disponível até 13 de outubro.

O evento é realizado em parceria entre a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) e as Secretarias de Estado de Cultura e de Educação, com o objetivo de avaliar propostas do Governo de Minas e apresentar contribuições da sociedade civil para a elaboração do Plano Estadual do Livro.

O plano vai estabelecer metas e diretrizes para os próximos dez anos, a fim de valorizar o livro e democratizar o acesso às bibliotecas. As contribuições da população ao plano serão debatidas de 22 a 24 de novembro, em Belo Horizonte, durante a etapa estadual do evento.

Nesta fase final, também serão votadas as sugestões aprovadas nos sete encontros regionais que integram a etapa de interiorização do fórum, sendo eles realizados em Varginha (Sul de Minas), Juiz de Fora (Zona da Mata), Montes Claros (Norte de Minas), Governador Valadares (Vale do Rio Doce), Uberlândia (Triângulo Mineiro), Teófilo Otoni (Vale do Mucuri) e Belo Horizonte.

As discussões nos encontros e também a organização da consulta pública estão relacionadas a quatro temas que compõem o fórum: democratização do acesso; fomento à leitura e à formação de mediadores; valorização institucional da leitura e de seu valor simbólico; e desenvolvimento da economia do livro.

Perguntas por temas auxiliam contribuições

Que ações podem valorizar o ofício de escritor ou inserir as novas tecnologias na prática da leitura? Como incentivar a formação dos mediadores de leitura, assim chamados aqueles que contribuem para despertar o interesse do leitor? Ou ainda, como conhecer a realidade das bibliotecas comunitárias e reestruturar a rede pública?

Para estimular o envio das contribuições da população, a consulta pública traz questões como essas, formuladas sobre cada tema pertinente ao fórum, junto a textos que situam a problemática colocada. Os temas que se desdobram nas questões estão relacionados aos eixos de atuação do Estado na área, conforme o Plano Nacional do Livro e Leitura (Decreto Federal 7.559, de 2011).

Já as questões foram baseadas no Diagnóstico do Plano do Livro, elaborado por grupo de trabalho criado pelas Secretarias de Estado de Educação e de Cultura, e no Documento de Propostas para os Encontros Regionais, elaborado para subsidiar a etapa de interiorização.

Assim, o interessado pode escolher os tópicos de seu maior interesse, clicando, por exemplo, em bibliotecas públicas, escolares e comunitárias, em separado; e ainda em acervo e acessibilidade; uso de tecnologias para leitura; formação de mediadores; incentivo à leitura; mercado livreiro; produção autoral; eventos literários; articulação institucional, entre vários outros.

 Fonte: ALMG
This entry was posted in Eventos and tagged , , , , , , , . Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: URL pra trackback.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*