Um olhar curioso sobre o mundo: visite a Exposição Janelas da Alma 

Exposição em prosa e imagem mostra o talento de Alzira Maia da Costa na arte de fotografar

Janelas da Alma 

Há 39 anos no Sistema FIEMG, a serem completados ainda este ano, a consultora de Recursos Humanos Alzira Maia da Costa, apresenta, de 26 de maio a 25 de junho, a exposição Janelas da Alma, na Galeria de Arte SESIMINAS, onde mostra em prosa e imagem sua visão de mundo sob as lentes fotográficas.

“Me sinto muito grata pela exposição. Nunca pensei que poderia ter essa oportunidade, de mostrar, no lugar onde eu trabalho, uma das coisas que eu mais amo fazer na vida. E com tanto cuidado e primor. Fico muito agradecida!”, diz Alzira.

A curadoria da exposição foi feita por Esther Mourão, a “Ticha”, que, desde o ano passado, já queria que Alzira mostrasse seu trabalho, mas foi impossibilitado por falta de agenda. “Sou amiga dela no Facebook e fui observando, através de seus posts, as fotos, de uma qualidade e estética incríveis. Como ano passado não foi possível, este ano fiz o convite novamente e conseguimos realizar a mostra”, conta.

E como surgiu o interesse de Alzira pela fotografia? “Lembro que, quando criança, pedi meu pai uma máquina de presente. Quando ganhei fiquei louca, fui aprendendo a mexer e a revelar as fotos sozinha. Me considero autodidata”, explica.

Janelas da Alma 

Apesar de fotografar já há algum tempo, Alzira nunca pensou em se profissionalizar.
“Não me vejo como profissional e nem quero. Meu processo é todo empírico e irracional. Nem máquina profissional eu uso. Nunca quis ter uma visão padronizada sobre as coisas, o que eu quero mostrar é um olhar de curiosa sobre o mundo, o olhar da alma”, esclarece.

Janelas da Alma 

Os filhos também herdaram da mãe a paixão pela fotografia. “Eles adoram fotografar. É muito interessante, às vezes fotografamos o mesmo objeto, sob o mesmo ângulo e quando comparamos as imagens são completamente diferentes. Isto nos mostra como a realidade é rica!”, encanta-se.

Alzira gosta de fotografar o interior de Minas, a natureza e os bichos. “Gosto também de grafite, da arte das ruas”, completa. Seu fotógrafo preferido é Pedro Silvestre. “Admiro muito seu trabalho. Começamos a conversar pela internet e hoje somos amigos”, revela.

Além das imagens, a mostra contempla poesias sobre o que está sendo fotografado: “Não consigo conceber imagem sem a palavra”, acredita.

E sobre a paixão de fotografar, define: “A fotografia sempre foi uma possibilidade de entender a realidade sob minha percepção, é uma maneira de mostrar para as pessoas como vejo o mundo. A máquina é a extensão do meu olhar, um mundo de possibilidades e o que eu tenho que aprender sobre ele”.

Exposição Janelas da Alma

Visitação: 26 de maio a 28 de junho de 2015
Horário: 9h às 18h – de terça a domingo
Galeria de Arte SESIMINAS
Rua Padre Marinho, 60 – Santa Efigênia
Belo Horizonte/MG

Fonte: FIEMG

This entry was posted in Eventos. Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Comentar

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*