Comissão de Fiscalização do CRB-6 traça as possíveis linhas de trabalho para 2012

Texto adaptado do Bolteim Eletrônico CRB-6 nº 03/2012

Atualmente, o Conselho Regional de Biblioteconomia 6ª Região (CRB-6) possui oito comissões permanentes e temporárias ligadas diretamente às demandas da instituição: Divulgação, Ética Profissional, Eventos, Fiscalização, Legislação e Normas, Licitação, Patrimônio e, ainda, Tomada de Contas. Com o início da nova gestão do CRB-6, responsável pelo período 2012-2014, novas metas têm sido traçadas. E a Comissão da Fiscalização já começou a definir quais as possíveis linhas norteadoras do trabalho dos fiscais Lúcio Tannure e Orfila Silva.

A Fiscalização é coordenada pela conselheira Mariza Martins Coelho (CRB-6/1637) e conta com o apoio da também conselheira Cleidivânia Janaína de Paula (CRB-6/1870) e da vice-presidente da instituição, Emilce Maria Diniz (CRB-6/1206). A partir das observações da coordenadora da Comissão de Fiscalização, em reunião realizada em meados deste mês, confira abaixo alguns dos anseios para o trabalho da Comissão.

  • A fiscalização do exercício ilegal da profissão de bibliotecário é nossa prioridade.
  • Denúncias continuam como prioridade da Fiscalização;
  • Retorno ao pedido de verificação de denúncias e dentro de nosso plano de ação inclusão de novos casos;
  • Aumentar de forma coerente as fiscalizações sem onerar financeiramente o Conselho;
  • Envio de correspondências preventivas e se necessário visitas de fiscalização
  • O Conselho deverá intensificar as denúncias junto ao Ministério da Educação em relação às escolas que não possuem bibliotecas;
  • Verificar as possibilidades de ação acerca da mudança do “professor assumindo serviços do profissional bibliotecário dentro da biblioteca” no Estado, já que a legislação federal se sobrepõe a legislação estadual;
  • Promover palestras junto à Associação Mineira de Municípios (AMM), com objetivo de esclarecer os prefeitos dos municípios mineiros sobre a importância do profissional bibliotecário;
  • Criar meios de divulgação para que os bibliotecários comuniquem o seu desligamento das instituições da qual faziam parte.
  • Comunicar as ações da Comissão.

Vale lembrar que essas metas podem ser alteradas no decorrer da gestão, já que o trabalho da Comissão de Fiscalização é dinâmico e intenso.

Não conhece os fiscais do CRB-6? Orfila Silva e Lúcio Tannure

This entry was posted in Boletim Eletrônico CRB-6, Fiscalização. Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Um Comentário

  1. Maria Virginia Morae
    Posted 7 de dezembro de 2014 at 11:02 | Permalink

    À Comissão de Fiscalização,
    Dentro das propostas da nova diretoria vejo o ítem “Criar meios de divulgação para que os bibliotecários comuniquem o seu desligamento das instituições da qual faziam parte”. Nesse sentido, venho comunicar que desde o dia 29 de agosto do presente pedi o desligamento desse Conselho – enviando toda documentação necessária – por não ter atuar como bibliotecária desde 2009, quando fui transferida para o Departamento de Arquivologia da Universidade Federal do Espírito Santo.
    Por e- mail recebi correspondência no dia 02/12 de um oficio datado de 05 de setembro, mas que não chegou ao meu endereço. Já solicitei via e- mail- ao Sr. Mario Diógenes- e através deste blog – que me envie o numero do correio para fazer o devido rastreamento. Como até agora não recebi nenhuma resposta, parece-me que não foi enviado, lamentavelmente!
    Também me pede o referido senhor nesse e- mail que mande o original da minha carteira profissional. Ocorre que eu só tenho a carteira do então CRB 12a., pois nunca recebi a nova identificação do CRB 6a. Como parece que houve extravio no correio tenho receio de enviar o original.
    Lamentando o descaso com as minhas constantes solicitações, espero respostas como:
    1) O numero do envio pelo correio;
    2) A apreciação do meu caso, pois durante todo esse tempo de 1983 a 2009 – minhas atividades profissionais foram meramente acadêmicas, como se pode ver na minha carteira onde não há nenhum registro de atividades.
    3) Não há documentos faltantes no meu pedido, como alega o Sr. Mário, como a declaração de próprio punho, pois foi enviada conjuntamente na correspondência de numero SF 59172834 7 BR e recebida po Ruth Siméia, no dia 01/09 do pp.
    4) A cobrança para regularização do meus débitos, indevida desde 2012, quando fiz a primeira solicitação peço ser enviada por correio AR. E ao fazer o possível acordo, gostaria de ter a certeza de que não me será cobrado nenhum outro débito, ou seja, que cesse meu vínculo com o Conselho, na data da negociação.
    Na última tentativa de obter o definitivo desligamento desse Conselho, peço pronta resposta, caso contrário entrarei com procedimentos legais.
    Atenciosamente, http://blog.crb6.org.br/2013/09/
    Maria Virginia Moraes de Arana Reg. ES000057/O
    No dia 07/12/2014.

Comentar

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*