Biblioteca Musical em Nova Iorque Preserva mais de 3 Milhões de Discos de Vinil

A Biblioteca de música privada e independente, conhecida como ARChive of Contemporary Music (Arquivo de Música Contemporânea), no Sul de Manhattan, tem um acervo com mais de 3 milhões de discos, sendo a maioria de vinil, alguns CDs e cassetes.

O arquivo começou em 1985 e cresceu rapidamente com 125 mil LPs de rock clássico – aproximadamente 1,5 mil deles de artistas como Jimi Hendrix -, que estavam em uma casa em Boston, interditada pela Defesa Civil americana.

Desde que cerca de 500 mil discos e gravações mestres de artistas considerados lendas, como Billie Holiday, Louis Armstrong, Joni Mitchell e Eric Clapton, foram destruídos por um incêndio na Universal Studios, em 2008, a proteção das cópias físicas recebeu ainda mais atenção por parte dos amantes da música.

Atualmente, a gigantesca coleção é mantida pelo idealizador B.George com diversos voluntários e estagiários, sendo constantemente utilizada para pesquisas da indústria fonográfica, além de cineastas e pesquisadores.

Antenada, a Biblioteca ARChive of Contemporary Music já entrou na era digital e, aproximadamente 130 mil discos de 78 rpm, vinis frágeis, geralmente feitos de resina de goma-laca, populares até meados do Século 20, foram digitalizados e estão disponíveis para transmissão on-line gratuita.

Clique aqui para acessar o site da Biblioteca.

Fonte: Correio do Povo

Posted in Artigos, matérias e entrevistas | Com as tags , | Comentar

Assembleia Legislativa do Espírito Santo Discute Importância do Bibliotecário

                                                    (Crédito: Divulgação)

A Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Espírito Santo se reuniu com representantes do CRB-6 e Bibliotecários capixabas para discutir a importância das Bibliotecas nas escolas estaduais com profissionais habilitados e o programa “Academia Estudantil de Letras” e os baixos índices de leitura.

De acordo com a delegada do Conselho Regional de Biblioteconomia, Júlive Argentina Santos Serra, nenhuma das bibliotecas escolares do Estado possui profissional especializado para gerir o espaço de leitura. A maioria das bibliotecas estaria sem funcionar, muitas em péssimas condições físicas e ainda com acervo ultrapassado.

(Crédito: Divulgação)

“As que possuem espaço e acervo adequado são geridas por alunos ou professores em desvio de função. Vale ressaltar que o Bibliotecário é responsável pela revitalização do acervo, pela conexão com a equipe pedagógica e também pelo estímulo dos alunos”, ponderou a convidada.

A delegada do Conselho Regional de Biblioteconomia ainda destacou o município de Vila Velha como referência de revitalização e estímulo das Bibliotecas escolares.

“Vila Velha é exemplo de como devem ser as bibliotecas escolares. Atualmente, gerida por um Bibliotecário, os estabelecimentos são frequentados pelos alunos porque possuem bom acervo e espaços físicos adequados. Antes eram 13 profissionais de Biblioteconomia, atualmente são quase 60 e ainda com previsão de concurso até o final do ano”.

O escritor e membro da academia Espírito-santense de Letras, Leonardo Monjardim, também enalteceu o trabalho do município de Vila Velha com as bibliotecas e criticou a defasagem da capital, Vitória.

“Até pouco tempo em Vitória mais de dez escolas não tinham profissionais habilitados para estarem à frente das bibliotecas. Além de não investirem na compra de livros, compram apenas livros didáticos e isso não atrai os alunos e ainda desestimula os que gostam de leitura pela falta de renovação do acervo”, lamentou.

Como apoio ao estimulo á leitura, Monjardim falou da criação do programa “Academia Estudantil de Letras” e ainda aproveitou a oportunidade, para pedir apoio aos parlamentares da Comissão de Educação para protocolar projeto de lei que cria o programa “Abril Laranja”, com intuito de conscientizar a sociedade sobre a importância da leitura.

Outra convidada que esteve presente na reunião foi a professora do departamento de Biblioteconomia da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e pesquisadora na área de Biblioteca escolar, Gleice Pereira. A professora ressaltou que há 35 anos o Estado não promove novos cargos na área e que conta apenas com dois bibliotecários contratados, mas que trabalham diretamente em setores administrativos Secretaria Estadual de Educação (Sedu).

“O Bibliotecário não é valorizado em nosso Estado sendo que a Biblioteca deve funcionar como um cerne das escolas. São nas Bibliotecas que funcionam todas as atividades colaborativas com o professor, atividades oriundas de um programa de disciplina. Bibliotecário e professor devem ser parceiros mútuos. A biblioteca não deve ser um espaço estático e defasado”, destacou Gleice.

Como fruto das informações debatidas, o colegiado fará duas indicações ao Governo do Estado. Uma para que seja realizada a revitalização de bibliotecas e outra para que sejam contratados Bibliotecários.

“Sabemos da quantidade de escolas com suas Bibliotecas abandonadas. Além disso, o governo não tem profissionais de Biblioteconomia para trabalharem em parceria com os professores. Vamos cobrar do governo veementemente porque acreditamos que a base da educação está na leitura, não existe incentivo à leitura sem bibliotecas”, ressaltou Vandinho Leite.

Fonte: Assembleia Legislativa do Espírito Santo

Posted in Artigos, matérias e entrevistas | Com as tags , , , | Comentar

“XXVIII Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação” Discute Desigualdade e Democracia

(Crédito: Divulgação)

A Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições (FEBAB) promove o “XXVIII Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação” de 1º a 4 de outubro, em Vitória (ES) com o tema Desigualdade e Democracia: Qual o papel das Bibliotecas?

A programação do evento é composta por eventos paralelos, apresentação de trabalhos e palestras de convidados nacionais e internacionais sobre as formas de atuação do Bibliotecário para atendimento ao compromisso de defender a democracia, liberdade de expressão e a inclusão social.

Acesse o portal do evento para conferir a programação completa e realizar a inscrição.

Serviço
XXVIII Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação 2019 – Desigualdade e Democracia: Qual o papel das Bibliotecas?
Quando: de 1º a 4 de outubro de 2019
Onde: Centro de Convenções de Vitória – Rua Constante Sodré, 157 – Santa Lucia, Vitória (ES)

Posted in Eventos | Com as tags , | Comentar

Projeto “Árvore de Livro” Fomenta a Tradição Literária em Formiga

(Crédito: Divulgação)

A Secretaria de Cultura e Bibliotecas Públicas de Formiga (MG) promove a 11ª edição do projeto “Árvore de Livro”, dia 27 de setembro, de 9h às 17h, na Praça São Vicente Férrer, no Centro.

O Projeto é sempre realizado próximo ao dia da árvore (21 de setembro), homenageia as árvores e a literatura, propiciando acesso ao livro e estimulando a formação de novos leitores.

A programação conta com apresentações literária, teatral, musical e hora do conto. 

Serviço
Projeto Árvore de Livro
Quando: dia 27 de setembro, de 9h às 17h
Onde: Praça São Vicente Férrer, Centro – Formiga (MG)

Posted in Eventos | Com as tags , , | Comentar

BH sedia III Fórum Acervos Arqueológicos – Museus, Instituições de Guarda e Pesquisa

(Crédito: Divulgação)

O Grupo de Trabalho Acervos da Sociedade de Arquivologia Brasileira (SAB) em conjunto com a Rede de Museus e Acervos de Arqueologia e Etnologia (REMAAE), promove o “III Fórum Acervos Arqueológicos”, de 2 a 4 de outubro, na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

O tema desta edição é Museus, Instituições de Guarda e Pesquisa e a programação é composta por conferências, apresentação de trabalhos, oficinas de capacitação e mesas-redondas com profissionais, instituições e órgão ligados à gestão das coleções arqueológicas.

As inscrições devem ser feitas no primeiro dia do evento.

Clique aqui para acessar o portal do evento.

Serviço

III Fórum Acervos Arqueológicos – Museus, Instituições de Guarda e Pesquisa
Quando: 2 a 4 de outubro, de 8h às 19h
Onde: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Auditório CAD 2 – Av. Pres. Antônio Carlos, 6627 – Pampulha, Belo Horizonte (MG)
Evento gratuito

Posted in Eventos | Com as tags , , | Comentar

Literatura de Cordel Completa 1 ano como Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro

Há um ano, a Literatura de Cordel, gênero de sobrevivência para dezenas de cidadãos brasileiros, foi registrada como Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico (Iphan).

Apesar de ter começado no Norte e no Nordeste, o cordel é disseminado pelo país,  principalmente por causa do processo de migração de populações: Paraíba, Pernambuco, Ceará, Maranhão, Pará, Rio Grande do Norte, Alagoas, Sergipe, Bahia, Minas Gerais, Distrito Federal, Rio de Janeiro e São Paulo.

É possível encontrar em todos esses estados a expressão cultural revelando o imaginário coletivo, a memória social e o ponto de vista dos poetas sobre os acontecimentos vividos ou imaginados.

Posted in Artigos, matérias e entrevistas | Com as tags , | Comentar

Vaga de Estágio para Belo Horizonte

A Associação dos Amigos das Bibliotecas Comunitárias (Sabic) está com vaga de estágio aberta para estudantes de Biblioteconomia a partir do segundo período para a Biblioteca Comunitária Vale do Jatobá, em Belo Horizonte.

O estagiário será responsável por auxiliar na execução de atividades de incentivo à leitura, colaborar na produção de material criativo para projetos desenvolvidos pela Sabic, estabelecer contato com movimentos e coletivos da região de atuação, trabalhar na movimentação da comunidade junto à biblioteca e executar atividades de rotina da Biblioteca.

Informações sobre a vaga:

  • Carga horária semanal: 25h
  • Horário: 13h às 18h de segunda-feira a sexta-feira
  • Valor da bolsa: 540,00 + 210,00 de auxilio transporte

Os interessados devem enviar o currículo para comunicacao@sabic.org.br até o dia 24/09/2019.

Posted in Vagas de empregos e concursos | Com as tags , | Comentar

Biblioteca Pública Estadual Comemora 50 anos da Coleção Mineiriana com Palestra e Exposição

(Crédito: Divulgação)

A Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais promove uma série de eventos para celebrar os 50 anos da Coleção Mineiriana, como a palestra “Arte Contemporânea em Minas Gerais” com os artistas Afrânio Prado e Sebastião Miguel,  24 de setembro, às 15h, no edifício Luiz de Bessa.

A Biblioteca apresenta o patrimônio documental e literário, envolvendo obras assinadas por João Guimarães Rosa e Carlos Drummond de Andrade, importantes documentos históricos retratando a capitania de Minas Gerais.

 
Serviço
Palestra “A arte contemporânea em Minas Gerais”
Quando: 24 de setembro (terça-feira), às 15h
Onde: Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais – Praça da Liberdade – Funcionários, Belo Horizonte/MG

Posted in Eventos | Com as tags , , | Comentar

Livro e Musical “Onde Moram os Livros” Celebram as Bibliotecas do Brasil

(Crédito: Divulgação)

A escritora Daniela Chindler lançou no último sábado o livro e o espetáculo “Onde moram os livros – Bibliotecas do Brasil”, no Rio de Janeiro. Na obra, dois escritores, um imperador, um monge, uma pequena escultura e uma senhorita de 1900 são os mestres cerimônias que conduzem os leitores.

Dentre as 7 mil Bibliotecas que o Brasil possui, a obra reúne seis: a Biblioteca Nacional e o Real Gabinete Português de Leitura, no Rio de Janeiro; a Biblioteca Pública do Amazonas, em Manaus; a Biblioteca Mário de Andrade, em São Paulo; a Biblioteca Pública do Estado do Rio Grande do Sul, de Porto Alegre; e a Biblioteca do Mosteiro de São Bento da Bahia, em Salvador.

Daniela Chindler também é autora do livro de literatura infantojuvenil “Bibliotecas do Mundo” (Casa da Palavra, 2012), onde retrata a história de Bibliotecas clássicas, modernas, exóticas e daquelas que sobreviveram à guerra contadas por personagens de conto de fadas, filósofos da Antiguidade e Bibliotecários.

O espetáculo teatral “Onde moram os livros – bibliotecas do Brasil” terá sessões gratuitas no Rio de Janeiro, e futuramente será apresentado em escolas.

Fonte: EBC

Posted in Artigos, matérias e entrevistas | Com as tags , | Comentar

Campanhas Estimulam Doação de Livros para Projetos de Incentivo à Leitura na Zona da Mata

(Crédito: Divulgação)

 

Os municípios de Lima Duarte e Juiz de Fora promovem campanhas que incentivam a população a doar livros para projetos literários.

A proposta é formar acervo para manter projetos, como a “geladeira”, instalada em uma praça de Lima Duarte e as iniciativas da Biblioteca do Centro de Artes e Esportes Unificados Coronel Adelmir Romualdo de Oliveira, em Juiz de Fora.

Há mais de um mês, as prefeituras divulgam em perfil oficial em rede social uma campanha pedindo doações de livros, que devem ser entregues das 8h às 17h, no Centro de Informações Turísticas, em frente à praça onde foi instalada a primeira “geladeira literária”.

Requisitos para doar livros para a campanha:

  • Assunto: literatura em geral: obras de ficção e não ficção, poesia, dramaturgia, romance, biografias, idioma estrangeiro, literatura infanto-juvenil e gibis.
    • Condições físicas: em bom estado de conservação. Não serão aceitos materiais sujos, mofados, rasgados, rabiscados, manchados, com páginas amareladas, folhas arrancadas ou com carimbos institucionais.Dentro da proposta de incentivar o despertar das pessoas para a leitura e de trazer um público variado para o espaço, a Biblioteca da Praça CEU desenvolve três projetos para facilitar o acesso às publicações.
    • “É tempo de leitura”: direcionado a cerca de 90 famílias cadastradas no Programa de Segurança Alimentar (PSA), atendidas no Centro de Referência de Assistência Social (Cras), instalado na praça. A cada dois meses, data da retirada das cestas básicas, o grupo é convidado a participar de uma contação de histórias, com entrega de um kit de livros, organizado conforme as características do público-alvo. Já houve duas edições do projeto, em maio e em julho. A próxima será agora em setembro.
  • “Leia Mais”: os títulos e diversas publicações ficam à disposição em uma estante permanente no saguão da praça. O registro médio de retirada é de dez publicações por dia, quase 300 por mês, incluindo para moradores em situação de rua que passam pelo local.
  • “A Leitura Cura”: uma coleção de obras literárias está à disposição de usuários da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Norte.

Fonte: G1

Posted in Artigos, matérias e entrevistas | Com as tags , , , | Comentar

III Mostra de Arte e Cultura Muda o Cotidiano de Cariacica

 

 

(Crédito: Divulgação)

Teve início na última quinta-feira, em Campo Grande, A “III Mostra de Arte e Cultura de Cariacica”. O evento vai levar mais de 50 atrações gratuitas como fotografia, literatura e teatro em todas as regiões da cidade ao longo dos três finais de semana de setembro.

Além das interações, quem passar por lá pode aproveitar o “Cantinho da Leitura”, montado pela equipe da Biblioteca Pública Municipal Madeira de Freitas. “Aproveitamos também para divulgar a biblioteca e seus serviços porque nessa correria do dia-a-dia muitas pessoas não sabem que aqui em Campo Grande também tem biblioteca”, informou a Bibliotecária Júlive Argentina (ES-000819/O).

(Crédito: Divulgação)

(Crédito: Divulgação)

A Mostra reúne produções gratuitas de teatro, artes plásticas, fotografia, literatura, dança, cinema, cultura popular por todas as regiões da cidade. Organizada pela Secretaria Municipal de Cultura, a programação irá acontecer durante os três finais de semana de setembro no Centro Cultural Frei Civitella, Biblioteca Madeira de Freitas (ambos em Campo Grande), na Estação Cidadania-Cultura, Praça CEU, em Nova Rosa da Penha e em praças e espaços dos bairros das 13 regiões.

(Crédito: Divulgação)

Veja a programação:

– Sexta-feira (dia 13)

  • 8h às 16h: Sob o olhar da artesania – Exposição.Com os artistas: Elaine Sohelo, Vilson Barbosa e Jocilene Muniz. Na Biblioteca Vila do Progresso, na Estação Cidadania-Cultura, Praça CEU, em Nova Rosa da Penha. Duração da eposição: até 11 de outubro
  • 9h30h às 17h: Mostra Regional de Teatro “Arte em cena” – SRE – Cariacica.Com as peças: “O Auto da Compadecida”, “Sapo que vira Rei que vira Sapo”, “Pluft, o Fantasminha”, “O Quarto do Quarto”, “Valorizando o Sentido da Vida”, “O Grande Circo Místico”.  No Teatro Frei Civitella, Campo Grande
  • 18h30 às 19h30: Circo Itinerante Eco-Espetacular com o artista Nisinho Rasta.Na Praça da Bíblia, Nova Rosa da Penha I

– Sábado (dia 14)

  • 9h às 11h: Oficina Máscaras e máscaras – do papel a argila. Artista: Elaine Sohelo. No Ateliê Elaine Sohelo, (ao lado da EMEF Orlando Moreira), Itapemirim
  • 15h às 19h: Festa dos 12 anos da Banda do Mestre Tagibe.Na sede da Banda de Congo Mestre Tagibe em Roda d’Água
  • 18h às 19h: Projeto CineCurtas Roda D’Água. Na sede da Banda de Congo Mestre Tagibe em Roda d’Água
  • 19h às 20h: Apresentação da Orquestra de Violões Bom Pastor. Músico e regente: Hugo Leonardo Rodrigues. Na praça de Bela Aurora
  • 21h às 22h: Apresentação da Banda de Congo São Benedito de Boa Vista. Na festa da Comunidade Católica Santa Cruz. Em Jardim Botânico

Fonte: Prefeitura de Cariacica

 

 

Posted in Eventos | Com as tags , , | Comentar

Biblioteca Municipal de Alfenas Completa 70 anos

A Biblioteca Pública Municipal Dr. João Januário de Magalhães, em Alfenas, Minas Gerais, completa 70 anos nesse mês de setembro.

A homenagem ao “Dr. Janjote”, como era carinhosamente chamado, justifica-se por ter sido este homem um dos maiores incentivadores da cultura de Alfenas; médico, professor da antiga EFOA (hoje UNIFAL) e político. Tão logo assumiu a Prefeitura de Alfenas, cuidou de fundar uma biblioteca pública.

Atualmente, Biblioteca Pública abriga um acervo de mais de 20 mil livros de diversos gêneros, além de audiolivros (coletâneas literárias em CDs – destinada especialmente a portadores de deficiência visual cegueira e baixa visão e idosos), leituras em braile, e dicionário de libras. O espaço é adaptado para receber portadores de necessidade especial, com rampa, passagens e portas, além de banheiros acessíveis.

Na última semana, o Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio de Alfenas (Comdepa) recebeu o pedido para que se inicie um processo de tombamento do acervo da Biblioteca Municipal. O pedido está em análise.

Posted in Artigos, matérias e entrevistas | Com as tags , | Comentar