Faculdade de Biblioteconomia da UFPA comemora 50 anos

Data de publicação: 28/01/2013

Por Ericka Pinto

A Faculdade de Biblioteconomia do Instituto de Ciências Sociais e Aplicadas (Fabib/ICSA) da Universidade Federal do Pará está em festa. Uma extensa programação marca os 50 anos de existência do curso, com abertura oficial realizada nesta segunda-feira, 28, no prédio da Faculdade. A cerimônia contou com a presença de representantes da Administração Superior da UFPA, professores, alunos e ex-alunos do curso.

Durante o cinquentenário, o curso passou por várias transformações, acompanhando, inclusive, as inovações tecnológicas, em especial nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação. O profissional de Biblioteconomia passou a fazer uso de novas ferramentas para a disseminação de informações. “A Instituição tem, praticamente, a mesma idade deste curso e eu fico feliz de participar deste momento. O curso soube, de fato, usar as novas tecnologias e valorizar a formação profissional”, disse o reitor em exercício da UFPA, Edson Ortiz.

As mudanças no conteúdo e nas disciplinas ocorreram em 2009, com a aprovação do novo Projeto Pedagógico de Curso pelo Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consep/UFPA). “No início, foi um impacto, porque houve uma mudança radical na forma de trabalho do bibliotecário e, paralelo a isso, o curso precisou adaptar o seu currículo. Essas mudanças permitiram uma formação mais adequada às novas exigências do mercado de trabalho”, conta o diretor da Fabib, Williams Pinheiro.

O diretor da Faculdade também destacou os avanços na infraestrutura do curso de Biblioteconomia da UFPA, com a realização de reformas e aquisição de equipamentos para salas de aula e laboratórios. “Um dos desafios do curso, no Brasil, está justamente na falta de interesse de algumas instituições em priorizar uma estrutura adequada para os serviços de bibliotecas, condição esta indispensável para o sucesso dos processos de gestão da informação, quer presencialmente, quer virtualmente”, criticou.

Segundo Williams Pinheiro, os próximos passos da Fabib buscarão uma maior integração entre as ações nas áreas de ensino, pesquisa e extensão.

Perfil profissional – A Biblioteconomia é uma área interdisciplinar e também multidisciplinar do conhecimento que estuda as práticas, as perspectivas e as aplicações de métodos de organização e gestão da informação e do conhecimento em diferentes ambientes de informação, tais como bibliotecas, centros de documentação e de pesquisa.

O trabalho do profissional bibliotecário envolve a aplicação de técnicas e procedimentos para controle, tratamento, organização e disseminação da informação, registrada em diferentes suportes, os quais alimentam tanto a biblioteca presencial como o sistema online.

Durante a cerimônia de abertura da programação dos 50 anos da Fabib, professores e alunos apresentaram relatos sobre a escolha da profissão de bibliotecário. A ex-aluna de Biblioteconomia da UFPA Merabe Carvalho conta que sempre gostou de frequentar a biblioteca da escola, mas não tinha noção da importância da atuação do bibliotecário. Foi por meio de uma amiga, que já fazia o curso na Universidade, que a jovem se interessou pela profissão. “O bibliotecário tem um papel social importante na disseminação da informação. Optei em fazer Biblioteconomia e me sinto realizada. Concluí o curso em 2010 e hoje sou bibliotecária da UFRA”, conta.

Homenagens – A programação alusiva aos 50 anos do curso de Biblioteconomia segue durante todo o ano e constará, entre outras atividades, de concurso de logomarca dos 50 Anos do Curso de Biblioteconomia da UFPA; homenagens (In memorian) a personalidades que estiveram à frente da instalação do curso no Pará, em especial ao professor da UFPA Clodoaldo Beckman e ao ex-reitor José da Silveira Netto; além de homenagens às entidades de classe do profissional bibliotecário no Estado, aos docentes e ex-docentes, aos servidores e ex-servidores do curso e à Biblioteca Central da UFPA.

Também será publicado o livro A Biblioteconomia no Pará, de autoria de Ruthe Condurú Chalala (UFPA), Alda das Mercês Moreira da Cunha (IBGE) e Clara Maria Galvão (MPEG). A obra é considerada um marco inicial da produção literária sobre a Biblioteconomia no Estado. Foi produzida em 1975, mas nunca chegou a ser editada.

Histórico – O curso de Biblioteconomia na UFPA foi implantado no dia 28 de janeiro de 1963, durante a gestão do reitor José da Silveira Netto, por meio do Conselho de Curadores, da Resolução nº 1-A, de 28/01/1963. Outra personalidade em destaque na criação do curso e primeiro coordenador foi o professor Clodoaldo Fernando Ribeiro Beckmann, médico que foi para o Rio de Janeiro especializar-se em Documentação. A Biblioteca Central da UFPA recebe o mesmo nome do professor Beckmann.

Fonte: http://www.portal.ufpa.br/imprensa/noticia.php?cod=7127

This entry was posted in Artigos, matérias e entrevistas and tagged . Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: URL pra trackback.

One Trackback

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*