Agenda 2030 é tema de Esquenta CBBD

CRB-6 esteve no encontro

A Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais promoveu, em 18 de julho, o “Esquenta CBBD”, evento que antecede o Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação 2017 (CBBD). No encontro, foi discutida a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU), que se refere ao conjunto de programas, ações e diretrizes voltadas para o desenvolvimento sustentável. A tesoureira, Denise Ramos (CRB-6/1000), e a coordenadora da Comissão de Bibliotecas Escolares, Sindier Antônia (CRB-6/1542), representaram o Conselho Regional de Biblioteconomia 6ª Região (CRB-6).


Marília Paiva (CRB-6/2262) apresentou palestra sobre as bibliotecas e a Agenda 2030

A mesa redonda foi composta pela presidente da Federação Brasileira de Associação de Bibliotecários (FEBAB), Adriana Ferrari, pela professora da Escola de Ciência da Informação da UFMG, Marília Paiva (CRB-6/2262), e pelo diretor do Instituto ORIOR e articulador do Movimento Minas 2032, Raimundo Soares. Também participaram do debate a coordenadora do Setor de Referência e Estudos da Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais, Adriana Márcia de Deus (CRB-6/2575), e a coordenadora do Setor de Coleções Especiais da Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais, Eliani Gladyr da Silva (CRB-6/2524). Lucas Guimaraens, superintendente de Bibliotecas Públicas e Suplemento Literário, mediou o encontro. Anália das Graças Gandini Pontelo, vice-diretora do Sistema de Bibliotecas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), participou como representante da Comissão Brasileira de Bibliotecas Universitárias (CBBU), uma comissão da Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições (FEBAB), presidida pelo bibliotecário Wellington Marçal de Carvalho, diretor do Sistema de Bibliotecas da UFMG.

Foram discutidos protocolos da Agenda 2030, referentes aos “17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS)” e às 169 metas correspondentes. O debate engloba questões como financiamento, desenvolvimento, tecnologia, capacitação técnica e comércio internacional. O encontro propôs refletir como esses pontos podem ser inseridos nas demandas da Biblioteconomia, e essa avaliação será apresentada no CBBD 2017, em outubro, que nesse ano tem como tema “Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas: como as bibliotecas podem contribuir com a implementação da Agenda 2030”.

Sindier Antônia (CRB-6/1542) considerou o evento esclarecedor e importante para os bibliotecários mineiros. “As apresentações priorizaram a Agenda 2030 e, também, as ações de bibliotecas que estão em consonância com os objetivos do documento da ONU. Há muito a ser colocado em prática e a diversidade de situações em que se encontram nossas bibliotecas demanda mais análises e ações que estejam de acordo com as propostas da Agenda”, afirma. A bibliotecária aproveitou para parabenizar os colegas da Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais: “cada vez mais, abrilhantam suas iniciativas e nos deixam orgulhosos do sistema de bibliotecas públicas do nosso estado.”

Browse the Boletim archive. Bookmark the permalink. Trackbacks are closed, but you can post a comment.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*