Aplicativo “lê” para deficientes visuais

O Be My Eyes tem ajudado deficientes visuais a identificar objetos no cotidiano. Ao abrir o aplicativo (gratuito) pela primeira vez, ele pergunta: “Qual é o seu papel?”. O usuário pode então escolher “Sou cego” ou “Não sou cego”. Se o usuário for cego, ele deverá apertar um comando de conexão e aguardar por um voluntário que identificará, por meio da câmera da pessoa deficiente, os objetos solicitados.

Hans Jorgen Wiberg, inventor do aplicativo, diz que a ideia original era que as pessoas cegas utilizassem o app principalmente em casa, onde há muitas coisas que precisam ser vistas. “As pessoas usam também quando elas vão a algum lugar de ônibus e, ao sair, não encontram a entrada do prédio. Usam o Be My Eyes para vencer esses últimos 20 metros”, explica.

NOTA 5

Fonte: BBC Brasil 

Browse the Boletim archive. Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: URL pra trackback.

One Comment