Bienal do Livro movimenta Colégio Santo Agostinho

Evento foi realizado em abril e contou com a participação de alunos e pais

O cheiro que desperta uma história. O toque que lembra aquele livro querido. Os contos que você ouvia os pais narrando à noite. A vontade de ler trazida pelos mais diversos meios. A Bienal do Livro do Colégio Santo Agostinho, na unidade de Nova Lima, realizada no dia 14 de abril, baseou-se no conceito “Leitura em todos em sentidos” e agradou quem passou por lá.

Crianças brincam de pescaria e estimulam a leitura (Imagem: Divulgação)

Alunos do maternal ao ensino médio foram convidados a utilizar os cinco sentidos em um circuito de atrações cujos experimentos buscavam despertar a vontade de ler em cada um. “As pessoas foram recepcionadas com um show musical na arena, além de uma apresentação sobre o tema e sobre o que a leitura provoca no indivíduo”, conta Renata Castro (CRB-6/2333), analista de Ciência da Informação do Colégio.

As atividades foram divididas de acordo com a faixa etária dos estudantes e levaram em conta cada etapa do desenvolvimento. Os pequenos, por exemplo, encontraram seu espaço nas atividades: Jogo de Memória, Bonequinho Doce, Tenda de Brincar, que ofereceu atividades para estimular as emoções e sentidos. Os alunos do ensino fundamental participaram de vários jogos voltados para a leitura, realizaram experiências com os sentidos e tiveram acesso a contação de histórias e shows de ilusionismo.

Jovens participam de atividade interativa para trabalhar com a visão e o tato (Imagem: Divulgação)

Para realizar tudo isso, Renata e sua equipe contaram com o apoio de diversos parceiros, como: Livraria Opus, Paulus, Faria e Tiago, Leitura BH Shopping, Distribuidora Magia dos Livros e Editora Vôo e Aletria, DEPAS (Departamento de Pastoral CSA-NL). A Tenda da Leitura contou com o apoio dos cursos de Enfermagem, Educação Física, Letras, Pedagogia e Filosofia da PUC Minas, que levaram uma programação especial completa para o evento, com o intuito de despertar os mais diversos sentidos das crianças.

“Todas as atividades desenvolvidas tiveram o objetivo de mostrar como a prática da leitura atua como vetor de transformação do indivíduo”, reforça Renata. Foram seis meses trabalhando nesse projeto, desde a concepção da ideia até o momento em que pais e alunos puderam aproveitar as atividades. “Tenho uma gratidão muito grande pela minha equipe. Foi duro, mas a equipe inteira se entregou para atingir esse resultado, que foi muito bonito.”

Contação de histórias para os alunos do Colégio (Imagem: Divulgação)

Os resultados já começaram a aparecer. Na próxima edição da Bienal, a equipe pedagógica será convidada a incrementar a programação. Além disso, pais e alunos elogiaram muito as atividades realizadas. “O evento impactou de forma positiva a todos que participaram”, conclui Renata.

Browse the Boletim archive. Bookmark the permalink. Trackbacks are closed, but you can post a comment.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*