Câmara Mineira do Livro possui nova diretoria para 2013-2014

A Câmara Mineira do Livro (CML) possui nova gestão. Em nota, a CML divulgou a reeleição de Zulmar Wernke e Heloísa Carreira dos Reis para os respectivos cargos de presidente e vice-presidente. Os eleitos serão responsáveis pela gestão da entidade no biênio 2013-2014. Dentre outros projetos, a CML é a realizadora do Salão do Livro Infantil e Juvenil e Bienal do Livro de Minas e atua desde 2011 no levantamento de livrarias, editoras e distribuidoras de livros em Minas, por meio do Guia do Livro, além da busca de ampliação de convênios da instituição com outras entidades de classe.

“Temos a convicção que cada livraria, editora, distribuidora ou empreendimento cultural literário é um diferencial junto ao grupo social que está inserido, seja região, cidade, bairro ou rua. As pesquisas nos têm demonstrado isto. Contribuiremos para que Minas chegue ao estado pleno de Estado de Leitores, este será nosso legado”, afirmou Wernke no discurso de posse.

Segundo o presidente reeleito, Minas Gerais possui cerca de 700 livrarias, mais de 80 editoras e 40 distribuidoras e é dever da Câmara “provocar os governos do Estado e municípios por meio das suas secretarias de Cultura e Educação ou fundações, para a aplicação dos recursos em ações concretas na formação de leitores e apoio à economia criativa do livro”.

A nova gestão da CML é composta ainda por Cristina Maria Carreira dos Reis (1ª tesoureira), Luís Cláudio Rodrigues Ferreira (2º tesoureiro), Leomar Cláudio Korth (secretário), Guilherme Ribeiro Machado (conselho fiscal), Marcus Teles Cardoso de Carvalho (conselho fiscal) e Juliana Montalverne Flores (conselho fiscal).

ENTREVISTA

Em ocasião da mais recente edição da Bienal do Livro de Minas, Zulmar Wernke concedeu breve entrevista ao Conselho Regional de Biblioteconomia 6ª Região (CRB-6) sobre o tratamento diferenciado dado aos bibliotecários na Bienal, sobre o incentivo ao hábito da leitura e, ainda, sobre a expectativa do evento naquele momento. Estimou-se que mais de 10 milhões de reais foram gerados em negócios na última edição do evento, com público superior a 200 mil visitantes.

“Na visão da Câmara Mineira do Livro, o bibliotecário tem uma participação decisiva no fomento à leitura e construção de novos leitores. Estes profissionais são protagonistas e espectadores ao mesmo tempo. Se, por um lado, se servem do espetáculo que o evento oferece, por outro são os maiores interessados no sucesso do fomento à leitura e acesso ao livro. Este é o principal objetivo da Bienal”.
Browse the Boletim archive. Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: URL pra trackback.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*