CRB-6 comemora Dia do Bibliotecário em Minas Gerais

Realizado no CREA Cultural, homenagem contou com bibliotecários e professores mineiros

CRB 2016_037

O Conselho Regional de Biblioteconomia 6ª Região (CRB-6) organizou uma solenidade em Belo Horizonte para homenagear os bibliotecários mineiros pelo seu dia. Na ocasião, ex-presidentes, professores, profissionais e funcionários foram homenageados.

A solenidade contou com o apoio do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (CREA-MG), onde aconteceu o evento e patrocínio das empresas Biccateca e Praxis.

Para compor a mesa da celebração, foram convidadas Andrea de Paula Brandão Martins (CRB-6/1905), vice-presidente da Associação dos Bibliotecários de Minas Gerais (ABMG); Eduardo Valadares (CRB-6/ES 615), delegado do CRB-6 no Estado do Espírito Santo; Katia Lúcia Pacheco (CRB-6/1709), representando o Conselho Federal de Biblioteconomia; e Mariza Martins Coelho (CRB-6/1637), presidente do CRB-6.

Além disso, o CRB-6 convidou também a bibliotecária Annaiz Maria Pereira Vial (CRB-6/001), a presidente da primeira gestão, para compor a mesa de honra, para representar todos os ex-presidentes. Em seu discurso, ela disse estar muito feliz com a celebração, e afirmou ser otimista com o futuro da área. “Em todos esses anos, nós conseguimos construir uma imagem positiva da nossa profissão. Olho pra trás e sinto muito orgulho de tudo o que fizemos”, declarou.

Annaiz Maria Pereira Vial e Mariza Martins Coelho, a primeira e a atual presidentes do CRB-6 (Foto: Paula Cota)

Annaiz Vial e Mariza Martins, a primeira e a atual presidentes do CRB-6 (Foto: Paula Cota)

A premiação principal da noite, concedida aos bibliotecários, a Medalha Professora Etelvina Lima, é entregue por categorias. Quem ganhou na área da Pessoa Jurídica do Setor Privado foi o Serviço Social do Comércio do Estado de Minas Gerais (SESC-MG). Jorge Rafael Cabrera Gomes, gerente de ações culturais da instituição, compareceu, juntamente com o bibliotecário e coordenador de projetos culturais do SESC, Marcílio Coelho Lisboa da Silva (CRB-6-2145), para receber a homenagem. Segundo Jorge, a Medalha é um estímulo para o SESC-MG, que desenvolve projetos em bibliotecas há 60 anos. “Nosso registro de primeira unidade móvel é de 1956. Por isso, esse reconhecimento é muito importante para nossa história”.

Na categoria Pessoa Jurídica do Setor Público, a Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais (ECI/UFMG) foi premiada. Com origem em 1950, ela foi uma das pioneiras no Brasil. A partir de 1963, o curso foi incorporado à Universidade, passando a oferecer também graduações em Arquivologia e Museologia, em 2006. Segundo Carlos Alberto Ávila Araújo, diretor da ECI, que recebeu o prêmio para a instituição, a história foi construída pelos professores, alunos e funcionários, que possibilitaram o sucesso atual. “Eu entendo a homenagem como um coroamento do trabalho de muita gente. Hoje oferecemos uma estrutura enorme que nasceu a partir do curso de Biblioteconomia”, afirmou.

Na categoria Pessoa Física, a vencedora, eleita por meio de uma votação online, foi a bibliotecária Margarita Torres Fonseca (CRB-6/1361), coordenadora do curso de Biblioteconomia do Centro Universitário de Formiga (UNIFOR-MG). “É uma alegria muito grande receber essa medalha concorrendo com pessoas maravilhosas. Estamos trabalhando com projetos de extensão e pesquisa ligados ao ensino. Quero agradecer à comissão que me indicou. Recebo esse reconhecimento com muito carinho”, afirmou. As outras bibliotecárias que concorreram à Medalha foram a professora Bernadete Santos Campello (CRB-6/255), a bibliotecária Maria Regina de Oliveira Alcântara (CRB-6/2784) e a bibliotecária Sindier Antônia Alves (CRB-6/1542).

Margarita Torres Fonseca foi a vencedora da principal premiação da noite. Na foto, Mariza Martins Coelho entrega a Medalha à bibliotecária (Foto: Paula Cota)

Margarita Torres Fonseca foi a vencedora da principal premiação da noite. Na foto, Mariza Martins Coelho entrega a Medalha à bibliotecária (Foto: Paula Cota)

Além disso, o professor Paulo da Terra Caldeira (CRB-6/176) também foi homenageado no evento em razão dos bons serviços prestados em prol da biblioteconomia mineira durante os 50 anos de profissão. Em seu discurso, o professor, que esteve à frente do Conselho na década de 70, fez uma breve retrospectiva das inovações pelas quais a profissão já passou, e se emocionou ao falar de sua homenagem. “Não encontro palavras que possam ilustrar o meu mais profundo sentimento. Agradeço à diretoria do CRB-6 e aos meus ex-alunos, colegas e familiares.” O professor foi aplaudido de pé pelos presentes.

O professor Paulo da Terra Caldeira recebe uma placa da conselheira Mírian Scalabrini (Foto: Paula Cota)

Paulo da Terra recebe uma placa da conselheira Mírian Scalabrini (Foto: Paula Cota)

Ao final da solenidade, o tesoureiro do Conselho, Álamo Chaves (CRB-6/2790), prestou uma homenagem aos funcionários do CRB-6. A bibliotecária fiscal Orfila Maria Mudado (CRB-6/756) foi chamada ao palco para representar os profissionais da autarquia. “Não há como os conselheiros exercerem um bom trabalho, sem que os funcionários do Conselho realizem, antes, sua fundamental contribuição. Por isso, eles são imprescindíveis para a realização de todas as ações do CRB-6. E nós, conselheiros, estamos aqui para prestar este reconhecimento”, afirmou o tesoureiro.

Para Antônio Afonso (CRB-6/2637), ex-presidente do CRB-6, a solenidade é importante para reafirmar valores e congregar pessoas. “Hoje foram homenageados pessoas como Paulo da Terra, Bernadete Campello e Margarita Torres, que venceu a medalha. Isso é bom para reforçar os valores da profissão e para continuarmos nossa missão, que é ajudar a sociedade na busca por um mundo melhor.”

CRB 2016_073

Após a entrega das medalhas, os bibliotecários participaram de uma confraternização em comemoração à data, que contou com o apoio da empresa Bonopotti. As fotos do evento estarão disponíveis em https://flic.kr/s/aHskwNGifV.

Comemoração em Montes Claros

A Biblioteca Universitária Comunitária do Instituto de Ciências de Ciências Agrárias (ICA) da UFMG – Campus Montes Claros, também organizou um encontro em homenagem ao Dia do Bibliotecário. Na ocasião, os participantes puderam conhecer mais sobre a área por meio de palestras, oficinas e discussões acerca de novas tendências da profissão.

O evento, que aconteceu no dia 14 de março, contou com uma oficina sobre encadernação de conservação em acervos bibliográficos, palestras com o conselheiro Felipe Lopes (CRB-6/2897), representando o CRB-6 sobre o trabalho desenvolvido na instituição e discussões sobre experiências em pesquisas e trabalhos de campo.

Semana do Bibliotecário na UFMG

A UFMG reuniu diversos profissionais, acadêmicos e estudantes em homenagem ao Dia do Bibliotecário. Nos encontros foram exibidos filmes, ocorreram apresentação de softwares, bate-papos e mostras. O evento, que aconteceu na semana do dia 14 de março, teve apoio do CRB-6, e contou com uma apresentação de Mariza Martins Coelho, presidente do Conselho, sobre as ações da instituição que representa.

Dia do Bibliotecário em Vitória

 Além do encontro em Belo Horizonte, o CRB-6 organizou um evento também em Vitória (ES). Na ocasião, também ocorreram palestras e discussões sobre a profissão. No estado, a Medalha Professora Etelvina Lima foi entregue à bibliotecária Elizete Terezinha Caser Rocha (CRB-6/ES 86), que atualmente faz parte da equipe da Biblioteca Adelpho Poli Monjardim, de Vitória.  Você pode conferir os detalhes do que aconteceu por lá no Blog do CRB-6!

Fórum de Biblioteconomia

Em abril, para celebrar a data, o CRB-6 também irá participar do Fórum de Biblioteconomia, que será realizado no Centro Universitário de Formiga (UNIFOR-MG). As informações serão divulgadas em breve.

Browse the Boletim archive. Bookmark the permalink. Trackbacks are closed, but you can post a comment.

4 Comments