CRB-6 intensifica fiscalização

Em 2016, Conselho já visitou 486 instituições mineiras e capixabas

Desde o início do ano, o Conselho Regional de Biblioteconomia 6ª Região (CRB-6) fiscalizou 486 instituições em Minas Gerais e no Espírito Santo, dentre as quais 78 foram autuadas devido à falta do profissional bibliotecário. Segundo o bibliotecário fiscal do CRB-6 Lúcio Tannure (CRB-6/2266) o número de visitas fiscalizatórias realizadas em 2016 será o maior já alcançado pelo Conselho. “Nos últimos anos, graças à intensificação da fiscalização, ampliamos os postos de trabalho, inclusive, por meio da abertura de vagas em concursos públicos. Muitos processos relativos a instituições autuadas ainda tramitam na autarquia e esperamos que possam resultar na criação de mais vagas no futuro”, completa.

A fiscalização percorreu as cidades mineiras de Barbacena, Belo Oriente, Betim, Bom Despacho, Carandaí, Carmo da Mata, Congonhas, Conselheiro Lafaiete, Contagem, Curvelo, Diamantina, Divinópolis, Esmeraldas, Igarapé, Ipatinga, Itabira, Itabirito, Itapecerica, Juatuba, Juiz de Fora, Lagoa Santa, Matozinhos, Matias Barbosa, Nova Lima, Nova Serrana, Oliveira, Pará de Minas, Pedro Leopoldo, Raposos, Rio Pomba, Sabará, Santa Luzia, Santana do Paraíso, Santos Dumont, São Gonçalo do Pará, São Sebastião do Oeste, Sete Lagoas, Varginha, Vespasiano, Unaí e Belo Horizonte, além dos municípios capixabas de Vitória, Fundão, Guarapari, Iconha, Marechal Floriano, Piúma, Serra e Vila Velha.

Fiscalizacao

O coordenador da Comissão de Fiscalização do CRB-6, Pablo Jorge (CRB-6/2558), afirma que o número alcançado demonstra o compromisso do Conselho com a valorização do profissional Bibliotecário. “Além de abrir vagas, a fiscalização possibilita que a sociedade se beneficie dos serviços prestados por profissionais qualificados para a função de agente mediador de informação e cultura”, pontua.

De acordo com Pablo, em 2017 o CRB-6 vai intensificar o trabalho desenvolvido nesse sentido. “Os bibliotecários fiscais continuarão fiscalizando empresas públicas e privadas, priorizando denúncias e, sempre que possível, interiorizando a presença em locais ainda não visitados, seja em Minas Gerais ou no Espírito Santo.”

Participe das fiscalizações

Você também pode contribuir com as fiscalizações do CRB-6. Em nosso site há uma página que permite enviar denúncias de locais onde não há bibliotecários contratados para o correto gerenciamento desses espaços, tanto em Minas Gerais quanto no Espírito Santo.

CRB-6 Informa

A próxima edição da revista CRB-6 Informa trará um panorama geral sobre as fiscalizações realizadas pelo Conselho.

Browse the Boletim archive. Bookmark the permalink. Trackbacks are closed, but you can post a comment.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*