Crescimento mesmo na crise

Vagas para bibliotecários aumentaram 24% nos últimos anos

Ainda que o país viva uma crise econômica que persiste há alguns anos, os dados do Ministério do Trabalho e Emprego são otimistas para a área de Biblioteconomia e Ciência da Informação. Segundo dados compilados pela Fundação Seade entre os anos de 2011 e 2015, houve um aumento de 24% na oferta de empregos formais da Grande São Paulo no período.

(Foto: Michal Jarmoluk | Pixnio)

Um dos motivos apontados para o crescimento é a capacidade de o profissional se adaptar ao mundo digital. Com o aumento da quantidade de informações disponíveis, é necessário encontrar alguém que consiga gerenciar os dados de forma sistemática. Paralelo a isso, ainda são poucos os profissionais que ingressam no mercado a cada ano. Um estudo realizado pelo Núcleo de Pesquisa da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP) mostrou que 92% dos seus alunos de Biblioteconomia e Ciência da Informação trabalham ou fazem estágio na área.

Possibilidades profissionais

Existem diversas possibilidades para quem deseja cursar Biblioteconomia em Minas Gerais e no Espírito Santo. Três cursos presenciais são oferecidos nos estados – Universidade Federal de Minas Gerais  (UFMG), Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e Centro Universitário de Formiga  (Unifor-MG). Além disso, existem as opções de cursos a distância, que podem ser feitos em qualquer cidade. Confira alguns aqui.

Browse the Boletim archive. Bookmark the permalink. Trackbacks are closed, but you can post a comment.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*