Livros ajudam pessoas a superar patologias

Alguns amantes da literatura dizem que ler tem poderes mágicos e pode ajudar a curar. O que parece ser uma afirmação exagerada pode estar muito próximo da realidade. Isso porque médicos e psicólogos afirmam que a leitura pode ajudar as pessoas a superar diversas doenças.

A medida traz o nome de biblioterapia clínica, que consiste na recomendação de livros para minimizar angústias pessoais, estimular emoções, promover o diálogo e ajudar pessoas com insônia.

“A biblioterapia mostra um cuidado com o ser humano, que se manifesta ao ler, narrar ou dramatizar histórias”, afirma a professora Clarice Caldin, do departamento de Ciências da Educação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Estudiosa do assunto, ela relata que, por meio da literatura, as pessoas podem se identificar em personagens de ficção e refletir sobre suas atitudes. “O objetivo da biblioterapia é favorecer a expressão dos pensamentos aflitivos, como uma descarga emocional, uma purgação”, observa.

Exemplos como o de Júlia Dutra, 10 anos, ajudam a reforçar a eficácia desse método. Ela luta contra o câncer desde 2008 e em alguns dias da semana recebe a visita de um contador de história, que lê para ela durante uma hora. Nesse período, a angústia cede lugar para desafios de leões e castelos de princesas. A narrativa vira uma distração, que a anima. “É uma parte do dia que adoro”, diz a menina.

O estudante Victor D´Ambrós, 12 anos, também paciente de câncer, afirma que a leitura é um importante mecanismo quando ele está em casa ou no hospital, se recuperando de quimioterapias.

O médico Attilio Melluso Filho, do Centro de Distúrbios do Sono de Curitiba, afirma que os livros podem ajudar a conter a insônia. Ele afirma que quanto menos repetitiva a narrativa, melhor será a condução para a latência do sono, fase que antecede o adormecer.

Fonte: Blog Tudo Sobre Leitura. Editado por CRB-6
Browse the Boletim archive. Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: URL pra trackback.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*