Melhor biblioteca do mundo em 2018 é da Letônia

Espaço construído no terreno do Carandiru ficou entre as finalistas

A Biblioteca Nacional da Letônia foi eleita como a melhor do mundo em 2018. A escolha foi anunciada no dia 10 de abril, durante a London Book Fair – um dos maiores eventos literários do mundo.

Fachada do Castelo de Luz (Imagem: Facebook – Reprodução

Localizada no centro histórico da capital Riga, a construção foi vista como um enfrentamento à arquitetura soviética, dominante no país até algumas décadas. Foi concebida em 1988, mas só saiu do papel em 2014, pelas mãos do arquiteto letão Gunars Birkerts, mais conhecido por seus trabalhos modernistas no estado norte-americano de Michigan.

O projeto utilizou diversas referências do folclore local. As luzes do interior destacam a construção na paisagem noturna, o que rendeu ao prédio o apelido de Castelo de Luz. Ela abriga cerca de 4,5 milhões de livros, entre os quais diversos exemplares raros. É a coluna vertebral do sistema de bibliotecas públicas da Letônia e se tornou base de conhecimento para estudantes, parlamentares e a população em geral.

Biblioteca brasileira na disputa
Uma das finalistas do concurso proposto pela London Book Fair foi a Biblioteca de São Paulo (BSP). Criada para ser um modelo de equipamento público, possui quatro mil metros quadrados e conta com diversos espaços culturais e de lazer voltados para a população.

Espaço interno da Biblioteca de São Paulo (Imagem: Divulgação)

Mais do que uma simples biblioteca, o prédio também deu novo significado a um lugar marcado pelo sofrimento. A BSP foi construída no local do antigo Complexo Penitenciário do Carandiru, que abrigou mais de nove mil presos e ficou conhecido pelo massacre de 111 detentos em 1992. O escritório DM/AM Arquitetura assinou o projeto.

Browse the Boletim archive. Bookmark the permalink. Trackbacks are closed, but you can post a comment.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*