Senador Aécio Neves perde ação de “censura” a motores de busca

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) foi derrotado em ação movida na Justiça contra alguns dos principais motores de busca da Web, como Yahoo, Google e Bing. Ele solicitava que fossem “censuradas” todas as buscas que atrelassem o seu nome a notícias “desfavoráveis”.

O tucano e a coordenação de sua campanha a presidente decidiram, há dois anos, que era necessário obstruir as ações de seus “detratores”. Aécio alegava que as notícias eram parte de uma campanha feita por militantes governistas financiados com dinheiro público.

O Tribunal de Justiça de São Paulo, entretanto, negou o pedido, comparando os motores de busca a “bibliotecários virtuais” que, ao receberem a solicitação de um livro, simplesmente o localizam para o solicitante, e que não cabe a esse “bibliotecário” avaliar ou não se tratar de “práticas nazistas, fascistas ou comunistas”.

Ainda na sentença, o juiz disse que a obstrução seria um retrocesso à liberdade de expressão. Os advogados do senador informaram que pretendem recorrer da decisão.

NOTA 2

Fonte: Yahoo

 

Browse the Boletim archive. Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: URL pra trackback.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*