Sobre possibilidades e coletividade

Troca de experiências. Com esta perspectiva transcorreu o I Fórum Capixaba de Biblioteconomia, no último dia 11 de agosto, em Vitória (ES). O evento, que contou com debatedores de variadas áreas de atuação, teve participação ativa do público que compareceu ao Cine Metrópolis, no campus da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), para um dia inteiro de atividades.

Estudantes de Biblioteconomia, professores, pesquisadores, profissionais de inúmeras instituições e representantes de classe circularam durante todo o dia para socializar e estreitar relações nos debates e relatos que ali aconteceram.

Nêmora Rodrigues (CRB-10/820), presidente do Conselho Federal de Biblioteconomia (CFB), citou o Espírito Santo como exemplo a ser seguido nos demais estados brasileiros, dado que a Rede de Bibliotecas Escolares de Vitória conta com bibliotecários em quase todas as suas bibliotecas.

“Cabe destacar a organização do evento que integrou bibliotecários, estudantes e docentes, demonstrando assim a importância do agir coletivo, que é fundamental para a construção dos caminhos que conduzem ao sucesso”, disse a presidente, que ressaltou também a transformação do extinto Conselho Regional de Biblioteconomia 12ª Região (CRB-12) em delegacia do Conselho Regional de Biblioteconomia 6ª Região (CRB-6) e o sonho de que o mesmo seja reativado pelos bibliotecários capixabas.

Já o presidente do CRB-6, Antônio Afonso (CRB-6/2637), abordou a atuação do Conselho em Minas Gerais e no Espírito Santo, além de enfatizar as inúmeras possibilidades de atuação para os profissionais bibliotecários.  Antônio Afonso relatou as necessidades como discussão de mercado de trabalho, construção de diálogo dos alunos, profissionais e professores, além da importância de aglutinar ideias e pessoas em busca de construção ou da reconstrução de movimentos associativos como conselhos profissionais, sindicatos e associações de Biblioteconomia.

Antônio Afonso tratou, ainda, da entrega da Medalha Etelvina Lima, que acontecerá na Semana do Bibliotecário de 2013 com uma grande novidade: além das três medalhas que premiarão profissionais ou instituições em Minas Gerais, outras três medalhas irão premiar também profissionais ou instituições no Espírito Santo.

O fórum contou com diversos outros profissionais de destaque. A professora Ana Borges Wenceslau, do Departamento de Biblioteconomia da UFES, frisou a importância da possibilidade de ouvir as experiências de estudantes, profissionais e professores. “Este espaço dialógico foi de fundamental importância para iniciarmos a construção da Biblioteconomia que queremos na sociedade”, disse.

Outro destaque importante foi Oswaldo Francisco de Almeida, professor da Universidade Estadual de Londrina (UEL) e da Universidade Estadual Paulista (UNESP) que proferiu a palestra “Práxis de uma classe: Biblioteconomia”. Kelly Cristina Soares Martins, profissional da Biblioteca Pública de Aimorés (MG), contou sobre o projeto “De Malas Prontas para Viajar”, que disponibiliza obras literárias para asilos, hospitais, escolas da área rural e até para a Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) da cidade.

O bibliotecário Victor Barroso de Oliveira (CRB-6 ES/462) tratou da implantação de software livre nas bibliotecas escolares do Espírito Santo, ao passo que Alexsandro Iantorno, bibliotecário na área de projetos, falou sobre a relação do profissional da informação e o setor de tecnologia da informação nas empresas. Também esteve no evento a autora Neusa Jordem Almança Possati, que tratou sobre a contação de histórias e experiências na prática da leitura e na formação de leitores.

O final das atividades deu-se com a professora Dulcinea Sarmento Rosemberg que palestrou sobre a criação do mestrado e do doutorado em Ciência da Informação na UFES e da parceria com a UnB.

O fórum contou com o patrocino das empresas RF IDBrasil, Sophia e EBSCO e com o apoio da UFES (Cine Metrópolis, Departamento de Biblioteconomia/DINTER e Centro Acadêmico/CALBI), InformAção e Cultura Extensão, SBS (Special Book Services), além do CRB-6 e do CFB. A comissão organizadora foi composta por Brisa Pozzi (CRB-6 ES/536), Gracenilda Lacerda, Graciela Cassuce, Marcelle Queiroz (CRB-6 ES/621), Patrícia Pacheco (CRB-6 ES/405), Rita Amorim (CRB-6 ES/710) e Valdir Côrrea Júnior.

O CRB-6 prestou atendimento in loco aos bibliotecários e foi representado pelo presidente, Antônio Afonso, pelo assistente da diretoria do Conselho, Mário Garrido Eva, além do Delegado do CRB-6 no Espírito Santo, Eduardo Valadares, e do Conselheiro Titular da Comissão de Divulgação e da Comissão de Licitação, Álamo Chaves de Oliveira Pinheiro (CRB-6/2790).

De certo, o objetivo principal do fórum foi amplamente atingido. Mais do que possibilitar a profissionais bibliotecários o estreitamento de vivências e a troca de experiências, o legado que fica é a perspectiva da construção coletiva do conhecimento compartilhada entre todos. É isso que todos nós, bibliotecários, devemos, sempre, perseguir!

Veja algumas fotos do I Fórum Capixaba de Biblioteconomia. Clique aqui.

Álamo Chaves de Oliveira Pinheiro
Conselheiro Titular da Comissão de Divulgação
Conselho Regional de Biblioteconomia 6º Região (CRB-6)

Browse the Boletim archive. Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: URL pra trackback.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*